Músico areia-branquense não resiste a ferimentos

AREIA BRANCA - O meio artístico areia-branquense está de luto. Morreu ontem, 16, por volta das 13h, em Fortaleza (CE), o músico Raimundo Nonato de Souza Oliveira, o "Nonato Batera", 33 anos. Ele foi a sexta vítima fatal do acidente com a banda Líbanos, ocorrido na madrugada de quarta-feira, 14, no distrito de Minerolândia, município de Pedra Branca (CE).

A notícia da morte de "Nonato Batera" foi recebida com surpresa pelos areia-branquenses, que horas antes haviam sido informados pelo irmão do músico, conhecido por "Carlão", em entrevista concedida à Rádio Costa Branca (FM 104,3), que o estado de saúde do mesmo naquele instante (por volta das 10h30) era satisfatório.  Ele estava internado no Instituto José Frota (IJF), em Fortaleza. "Nonato Batera" sofreu politraumatismo e não resistiu à gravidade dos ferimentos.

Há cerca de seis anos "Nonato Batera" trabalhava como baterista da banda Líbanos. Ele também compôs diversas músicas que se transformaram em sucesso nas vozes de Marcos Antônio de Serra, "Marquinhos" (também em estado grave) e Suzianne Batista Gomes, "Suzy", que perdeu o marido Roberto Wagner Teixeira e quebrou as duas pernas no acidente.

Entre os grandes sucessos da banda Líbanos, estão músicas como "Amor Perfeito", "Quero Mais", Sementes de Amor", entre outras de autoria de "Nonato Batera". Ele também teve participação direta no recente CD lançado pela banda, o novo trabalho na trajetória da banda, cuja música "Palavras" está entre as mais pedidas nas emissoras radiofônicas do Nordeste.

"Nonato Batera" vem de uma família com profundas raízes na música. Seu irmão "Beto Batera", também conhecido popularmente por "Betinho de Maria Odília", é baterista, compositor e produtor musical. Há décadas residindo em São Paulo (SP), "Beto Batera" empresta seu talento à banda do cantor e humorista Falcão.  Um terceiro irmão, "Carlão", não fugiu à regra. E apesar de não exercitar a profissão no momento, é um exímio baterista.

 

TRISTEZA - A morte do artista ontem acentuou o clima de tristeza que vinha predominando na cidade desde a quarta-feira passada, quando o ônibus em que viajavam os componentes da banda despencou de uma ponte depois do motorista tentar desviar de um animal. Quatro pessoas morreram na hora, outro a caminho do hospital e a sexta vítima ("Nonato Batera") foi a óbito ontem no IJF, na capital cearense.

Os irmãos "Batera" já haviam sido escalados pela reportagem de O Mossoroense, em Areia Branca, para ilustrar uma matéria especial intitulada "Uma família do barulho" (referência ao fato dos três irmãos serem bateristas). O contato já havia sido mantido com "Nonato Batera", que confirmou a reportagem para depois da gravação do primeiro DVD da banda, cuja data já estava definida. Seria no próximo dia 31, em Fortaleza.

A chegada do caixão com o corpo de "Nonato Batera" era aguardada para ontem à noite. O sepultamento ocorrerá hoje, no Cemitério São Sebastião, em horário não informado pelos familiares do baterista, que era sobrinho do vereador Cleodon Bezerra (PMDB).  

 

   .::HOME::.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EDITORIAS

Cotidiano

Economia

Esporte

Polícia

Política

Regional

Universo

OPINIÃO

Carol Fernandes

Cid Augusto

Editorial

Emery Costa

Giro pelo Estado

Laíre Rosado

Notas da Redação

Paulo Pinto

Pedro Carlos

Sérgio Chaves

Sérgio Oliveira

COLUNAS TEMÁTICAS

Assuntos do Comércio

Cinema em Foco

Direito em Pauta

Comentário Econômico

Mundo Digital

Nossa História

Charles Phelan

CIDADES

Alexandria

Areia Branca

Assu

Caraúbas

Macau

Médio Oeste

Patu

Pau dos Ferros

São Miguel

Umarizal

Vale do Apodi

SUPLEMENTOS

Empresa

Escola

Mais TV

ESPECIAIS

Chacina Prefeito

Barragem Santa Cruz

Vingt Neto

O JORNAL

Assinatura

Expediente

Histórico

Painel do Leitor

SERVIÇOS

102 ON-LINE

BANCO DO BRASIL

CAERN

CAIXA ECONÔMICA

COL. MOSSOROENSE

CORREIOS - CEP

COSERN

DETRAN

DICIONÁRIO ON-LINE

ESAM

FOLHA DIRIGIDA

GOVERNO DO ESTADO

HORÓSCOPO

IDEC

INDICADORES

RECEITA FEDERAL

TÁBUA DE MARÉS

TELEMAR

TRADUTOR ON-LINE

UERN

UFRN

EDIÇÕES ANTERIORES

 

 

 

 

 

 

ENQUETE

Você concorda com a expulsão do jornalista americano, Larry Rohter por ter caluniado o Presidente Lula?
Sim
Não
Votar
resultado parcial...

 

 

 

 

 

 

Mossoró-RN, de 2004