Paraty - Tradição e história no Estado do Rio de Janeiro

DE ENTREPOSTO COMERCIAL A MONUMENTO NACIONAL

Guia de Paraty

Bela cidade colonial,considerada Patrimônio Histórico Nacional, preserva até hoje os seus inúmeros encantos naturais e arquitetônicos.

Passear pelo Centro Histórico de Paraty é entrar em outra época, onde o caminhar é vagaroso devido às pedras "pés-de-moleque" de suas ruas.

As construções de seus casarões e igrejas traduzem um estilo de época e os misteriosos símbolos maçônicos que enfeitam as suas paredes nos levam a imaginar como seria a vida no Brasil de antigamente. A proibição do tráfego de automóveis no Centro contribui para esta viagem pelo "Túnel do tempo".

A cidade foi fundada em 1667 em torno à Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, sua padroeira. Teve grande importância econômica devido aos engenhos de cana-de-açúcar (chegou a ter mais de 100), sendo considerada sinônimo de boa aguardente.

No século XVIII, destacou-se como importante porto por onde se escoava das Minas Gerais, o ouro e as pedras preciosas que embarcavam para Portugal. Porém, constantes investidas de piratas fizeram com que a rota do ouro fosse mudada, levando a cidade a um grande isolamento econômico.

Após a abertura da Estrada Paraty-Cunha,e principalmente, após a construção da Rodovia Rio-Santos na década de '70, Paraty torna-se pólo de turismo nacional e internacional, devido ao seu bom estado de conservação e graças às suas belezas naturais.

Em sua área encontram-se o Parque Nacional da Serra da Bocaina, a Área de Proteção Ambiental do Cairuçú, onde está a Vila da Trindade, a Reserva da Joatinga, e ainda, faz limite com o Parque Estadual da Serra do Mar. Ou seja, é Mata Atlântica por todo lado.


CRONOLOGIA HISTÓRICA


1531
16 de agosto, dia de São Roque: provável descobrimento de Paraty.

1597
Expedição de Martim Corrêa de Sá passa por Paraty em direção de Minas Gerais.

1600
Paraty começa a aparecer no cenário histórico brasileiro.

1640
Transferência do povoado do Morro do Forte para o local atual.

1646
Primeira construção da capela de dicada a N. S. dos Remédios, de taipa.

1660
Revolta popular que suspendeu a subordinação política de Paraty a Angra dos Reis.

1667
28 de fevereiro:data da Carta Régia elevando Paraty à condição de Vila.

1668
Início da construção da 2ª Igreja Matriz.

1703
Construção do Forte no morro do primeiro povoamento.
Construção do Quartel da Fortaleza da Patitiba.

1712
Término da construção da 2ª capela de N. S. dos Remédios, de pedra e cal.

1720
A Vila N. S. dos Remédios é anexada à Capitania de São Paulo.
Construção da Igreja de N.S. da Conceição, em Paraty - Mirim.

1722
Construção da Igreja de Santa Rita.

1725
Construção da igreja de N. S. do Rosário e São Benedito.

1726
16 de janeiro: data da Carta Régia separando Paraty da Capitania de São Paulo, voltando a pertencer ao Rio de Janeiro.

1787
Início da Construção da atual Matriz de N. S. dos Remédios.

1800
Construção da Capela dedicada a N. S. das Dores.

1813
Paraty recebe o título de condado.

1822
Fundação da Santa Casa da Misericórdia.

1844
Paraty recebe foros de Cidade.

1851
Construção do Chafariz do Pedreira.

1945
Paraty declarada Monumento Histórico Estadual.

1950
Chegada do primeiro automóvel a Paraty, através da Paraty-Cunha: são os primeiros turistas paulistas.

1958
Paraty: Patrimônio Histórico e Artistico Nacional.

1966
Paraty: Monumento Histórico Nacional.

1973
Abertura da Rio Santos e início do ciclo do Turismo em Paraty.

 

Veja também:

>> Paraty no Cinema

Paraty: paraíso dentre as cidades históricas brasileiras. Canhão no Centro Histórico Canhão no Centro Histórico
Paraty: paraíso dentre as cidades históricas brasileiras. Casario com igreja ao fundo Casario com igreja ao fundo
Paraty: paraíso dentre as cidades históricas brasileiras. Arquitetura colonial Arquitetura colonial
Paraty: paraíso dentre as cidades históricas brasileiras. Arquitetura colonial Arquitetura colonial
Paraty: paraíso dentre as cidades históricas brasileiras. Arquitetura colonial Arquitetura colonial
Paraty: paraíso dentre as cidades históricas brasileiras. Igreja da Matriz Igreja da Matriz
Paraty: paraíso dentre as cidades históricas brasileiras. Rua do Fogo Rua do Fogo
Paraty: paraíso dentre as cidades históricas brasileiras. Igreja de Santa Rita Igreja de Santa Rita
© Guia de Paraty - 2010 - Todos os Direitos Reservados | Desenvolvimento: PWI