Paraty - Centro Histórico

Viaje no tempo passeando pelas ruas da cidade histórica de Paraty

Guia de Paraty

O Centro Histórico de Paraty remonta aos idos de 1820, quando suas ruas já possuiam seu calçamento "pé de moleque".

A presença das águas, com a invasão das marés na lua cheia, a cultura do café e da cana, o porto e seus piratas, a maçonaria determinaram o traçado do Centro Histórico de Paraty.

As ruas foram todas traçadas do nascente para o poente e do norte para o sul. Todas as construções das moradias eram regulamentadas por lei, podendo pagar com multa ou prisão, quem desobedecesse as determinações.

A maçonaria deixou sua forte marca nas fachadas dos sobrados com desenhos geométricos, em relevo.

O Centro Histórico, considerado pela UNESCO como "o conjunto arquitetônico colonial mais harmonioso" é Patrimônio Nacional tombado pelo IPHAN.
Sua ruas, protegidas por correntes que impedem a passagem dos carros, preservam ainda o encanto colonial, aliado a um variado comércio e a expressões culturais e artísticas muito intensas.

Os carros apenas podem circular pelas ruas que fazem limite com o Centro: Patitiba, Domingos G. de Abreu, Aurora e Rua Fresca.

A maioria das ruas do Centro Histórico tem 2 nomes, fruto de decretos municipais conflitantes com o costume já instalado. Veja no quadro abaixo os nomes duplos das ruas de Paraty:

Ruas de Paraty
R. Patitiba R. Domingos Gonçalves de Abreu
R. da Praia R. Dr. Pereira
R. da Matriz R. Marechal Antônio Dias
R. do Comércio R. Tenente Francisco Antônio
R. da Ferraria R. Comendador José Luiz
R. da Lapa R. Maria Jacome de Mello

 

Mapa do Centro Histórico (Clique para ampliar)

Clique para ampliar o Mapa do Centro Histórico de Paraty

 

Consulte também:

>> Conheça a Arquitetura Colonial de Paraty

Santa Rita
Fórum
Rosário
Casa da Cultura
Cadeia
Maré
© Guia de Paraty - 2010 - Todos os Direitos Reservados | Desenvolvimento: PWI