Klever Kolberg e Equipe Valtra no Facebook Klever Kolberg e Equipe Valtra no Twitter
Klever Kolberg e Equipe Valtra no You Tube Klever Kolberg e Equipe Valtra no Flickr
Notícias
WRC - Após 10 etapas nada está decidido no Campeonato Mundial de Rally por Assessoria de Imprensa - (imprensa@parisdakar.com.br)
17/09/2017


Thierry Neuville / Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 Coupe WRC)
Foto: Divulgação - Jaanus Ree



Sébastien Ogier / Julien Ingrassia (Ford Fiesta WRC)
Foto: Divulgação - Jaanus Ree



Ott Tanak / Martin Jarveoja (Ford Fiesta WRC)
Foto: Divulgação - Jaanus Ree



Jari-Matti Latvala / Miikka Anttila (Toyota Yaris WRC)
Foto: Divulgação - Jaanus Ree


Após quatro anos de domínio do francês Sébastien Ogier, sem falar dos nove anos anteriores de outro francês também chamado Sébastien, o nove vezes campeão do WRC Sébastien Loeb, a temporada 2017 do Campeonato Mundial de Rally experimentou um novo líder, o belga Thierry Neuville.

Neuville assumiu a ponta após o Rally da Finlândia, a 9ª etapa, onde logo no primeiro dia de competição Ogier ficou de fora. Neuville e Ogier saíram da Finlândia empatados em pontos, mas o belga levava vantagem no número de vitórias conquistadas: 3x2.

Na etapa seguinte, o Rally da Alemanha, a maldição do primeiro dia caiu sobre Neuville. Ogier terminou a prova na terceira colocação e retomou a ponta do Mundial de Pilotos.

A próxima etapa é o Rally da Espanha. Além dela, ainda teremos as disputas na Grã-Bretanha e na Austrália. Ou seja, faltando apenas três etapas para o final da temporada, a única afirmação que podemos fazer é que não há um favorito para o título.

A diferença atual é de 17 pontos, mas ainda temos 90 pontos em jogo (25 por cada vitória e mais cinco por cada Power Stage).

Também não podemos esquecer que o estoniano Ott Tänak ainda está na briga. Ele já tem duas vitórias, vem confiante, crescendo, mas tem 33 pontos de desvantagem para Ogier.

Matematicamente também precisamos incluir o finlandês Jari-Matti Latvala, que terá que superar os 54 pontos de diferença para o líder. A distância é grande.

A disputa será feroz, provavelmente concentrada no duelo Ogier x Neuville.

Comparando os pilotos, Ogier é mais experiente, já tem quatro títulos e os 17 pontos de vantagem. Por outro lado, Neuville conquistou mais vitórias, aparenta estar mais confortável do que Ogier no novo carro. Neuville está mais confiante do que nunca e deve arriscar mais, mesmo após os erros cometidos no início da temporada, quando liderava com folga as etapas de Monte Carlo e da Suécia, mas acabou abandonando devido a acidentes no final das provas.

Além do fator piloto, lembrando que este ano está bastante intenso, em 10 etapas realizadas já tivemos seis diferentes vencedores, e sem envolver as máquinas, já que as quatro marcas (Citroën, Ford, Hyundai e Toyota) já venceram, também precisamos pensar nas equipes e no importante jogo de estratégia em busca da glória.

Nada se comenta sobre um possível jogo de equipe entre os companheiros da M Sport, Ogier e Tänak. Mas a Hyundai fez seu primeiro movimento. Contratou o norueguês Andreas Mikkelsen, ex-parceiro de Ogier na Volkswagen, para disputar as três etapas finais. O objetivo declaro é buscar o Mundial de Construtores, onde a M Sport tem 64 pontos de vantagem sobre a Hyundai.

Inclusive a Hyundai estará com quatro carros na etapa britânica e na australiana. Só não repete o número de carros inscritos na Espanha por uma questão de logística, não teria peças suficientes para atender quatro competidores já no próximo dia 5 de outubro.

Façam suas apostas!

Classificação do Mundial de Pilotos após o Rally da Alemanha
1. Sébastien Ogier - 177 pontos
2. Thierry Neuville - 160 pontos
3. Ott Tänak - 144 pontos
4. Jari-Matti Latvala - 123 pontos
5. Dani Sordo - 89 pontos
6. Elfyn Evans - 87 pontos
7. Craig Breen - 64 pontos
8. Juho Hänninen - 58 pontos
9. Hayden Paddon - 55 pontos
10. Esapekka Lappi - 49 pontos
11. Andreas Mikkelsen - 39 pontos
12. Kris Meeke - 31 pontos
13. Teemu Suninen - 25 pontos
14. Stéphane Lefebvre - 22 pontos
15. Mads Østberg - 19 pontos

Classificação do Mundial de Construtores após o Rally da Alemanha
1. M-Sport WRT Ford - 325 pontos
2. Hyundai Motorsport - 261 pontos
3. Toyota Gazoo Racing WRT - 216 pontos
4. Citroën Total Abu Dhabi WRT - 167 pontos



Itens relacionados:
»20/08/2017 WRC - 10ª etapa - Tänak vence o Rally da Alemanha, Ogier recupera liderança
»19/08/2017 WRC - 10ª etapa - Tänak amplia liderança no Rally da Alemanha
»18/08/2017 WRC - 10ª etapa – Tänak lidera o Rally da Alemanha após sexta chuvosa
»07/08/2017 WRX - Campeonato Mundial de Rallycross - Canadá: Quarta vitória de Kristoffersson em oito etapas
»30/07/2017 WRC - 9ª etapa - Lappi vence o Rally da Finlândia, Neuville empata com Ogier na ponta do Mundial
»29/07/2017 WRC - 9ª etapa - Latvala abandona e Lappi mantém a liderança do Rally da Finlândia
»28/07/2017 WRC - 9ª etapa – Esapekka Lappi lidera o Rally da Finlândia
»03/07/2017 WRX - Campeonato Mundial de Rallycross – Suécia: Kristoffersson vence e amplia liderança
voltar para a página anterior | topo desta página | home do site

Klever Kolberg e Equipe Valtra no Facebook Klever Kolberg e Equipe Valtra no Twitter Klever Kolberg e Equipe Valtra no You Tube Klever Kolberg e Equipe Valtra no Flickr
www.parisdakar.com.br