Klever Kolberg e Equipe Valtra no Facebook Klever Kolberg e Equipe Valtra no Twitter
Klever Kolberg e Equipe Valtra no You Tube Klever Kolberg e Equipe Valtra no Flickr
Notícias
WRC – Neuville vence o Rally da Itália e amplia liderança do Mundial por Assessoria de Imprensa - (imprensa@parisdakar.com.br)
10/06/2018


Thierry Neuville / Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 Coupe WRC)
Foto: Divulgação - Jaanus Ree



Sébastien Ogier / Julien Ingrassia (Ford Fiesta WRC)
Foto: Divulgação - Jaanus Ree



Esapekka Lappi / Janne Ferm (Toyota Yaris WRC)
Foto: Divulgação - Jaanus Ree


O belga Thierry Neuville (Hyundai i20 Coupe WRC) venceu o Rally da Itália, 7ª etapa do Campeonato Mundial de Rally - WRC. Neste domingo, 10/06, último dia da competição, Neuville transformou uma desvantagem de 3,9 segundos em 0,7 segundos de vantagem sobre o francês Sébastien Ogier (Ford Fiesta WRC), segundo colocado. O finlandês Esapekka Lappi (Toyota Yaris WRC) completou o pódio.

Esta foi a terceira vitória de Neuville na Temporada 2018. Com o resultado ele está 27 pontos à frente de Ogier no Mundial de pilotos.

Após a superespecial disputada na noite de quinta-feira, com vitória do de Ogier, o norueguês Andreas Mikkelsen (Hyundai i20 Coupe WRC) assumiu a liderança da prova após ser o mais rápido nos dois primeiros trechos cronometrados disputados na manhã da sexta-feira, marcada pela surpresa de muita chuva e lama.

Na SS2 Mikkelsen foi 9,1 segundos mais rápido que o compatriota Mads Ostberg (Citroën C3 WRC). Na sequência vieram o finlandês Jari-Matti Latvala (Toyota Yaris WRC), o estoniano Ott Tänak (Toyota Yaris WRC), Neuville e Ogier, todos muito próximos.

Mikkelsen repetiu a dose na SS3, mas desta vez foi apenas três décimos de segundo mais rápido que o finlandês Teemu Suninen (Ford Fiesta WRC). Na soma dos tempos Mikkelsen já tinha 15,5 segundos de vantagem para Neuville.

A chuva ajudou muito o belga que estava defendendo a liderança da temporada. Tänak vinha na sequência, apenas um décimo atrás de Neuville, enquanto Ogier já estava na distante sexta colocação.

Tänak interrompeu a série de vitórias de Mikkelsen ao vencer a SS4, mas o norueguês se manteve na liderança da prova com o segundo melhor tempo. Com o resultado Tänak assumiu a vice-liderança do rally, enquanto Ogier subiu para a quinta colocação ao superar Ostberg.

Após fazer apenas o sexto melhor tempo na SS4, Neuville reagiu e venceu a SS5, com Ogier sendo o segundo, seguido da Mikkelsen, que concluiu a manhã da sexta-feira na liderança da prova. O norueguês tinha 14 segundos de vantagem sobre Neuville, seguido de Tänak, Suninen e Ogier.

A repetição das especiais durante a tarde começou após uma chuva torrencial. Ogier conseguiu impor um ritmo alucinante, sendo 12 segundos mais rápido que todos os outros concorrentes na SS6. O pentacampeão do mundo assumiu a liderança do rally. Mikkelsen não repetiu a performance da manhã e teve problemas no câmbio, ficando sem a segunda marcha. O norueguês foi o sexto mais rápido, mas conseguiu manter a vice-liderança da prova, seguido de Neuville, quarto colocado na especial.

Após o pódio em Portugal, seu primeiro na categoria WRC, Suninen mostrou que ganhou confiança e venceu a SS7, seguido de Ogier, que abriu 10,9 segundos de vantagem sobre Neuville. O belga assumiu a segunda colocação na classificação acumulada. Já para Mikkelsen, a manhã maravilhosa se transformou numa tarde desastrosa. Após rodar numa curva, o motor parou e o norueguês não conseguiu voltar para a prova.

Neuville voltou a atacar e foi o mais rápido na SS8, mas Ogier seguiu na cola, permitindo que o belga descontasse apenas quatro décimos. Latvala venceu a SS9 com Ogier conquistando o terceiro melhor tempo, fechando o dia na liderança da prova ao ampliar para 18,9 segundos a vantagem sobre Neuville.

O sábado teve sete trechos cronometrados, onde Ogier e Neuville travaram uma disputa acirrada, com marcação corpo a corpo. Tänak venceu a primeira especial do dia, a SS10, seguido de Neuville e Ogier. O belga descontou 1,2 segundos do francês.

Ogier deu a resposta vencendo trecho seguinte e recuperando 1,8 segundos. Mas a grande diferença aconteceu na SS12, onde Neuville foi perfeito, vencendo com uma vantagem de 14,6 segundos para Ogier, que teve várias dificuldades e foi apenas o sexto colocado.

No final da manhã, a diferença de 18,9 segundos estava reduzida a 4,9 segundos. Ogier ainda conseguiu responder, vencendo a SS14 e voltando a ter 6,8 segundos de vantagem, mas Neuville venceu as duas últimas especiais do sábado, terminando o dia a apenas 3,9 segundos do francês.

No domingo foram disputados quatro trechos contra o relógio. Os dois partiram para o tudo ou nada. Na SS17 Neuville diminuiu a diferença para 3,1 segundos. Os dois voltaram a atacar forte na SS18, onde Neuville triunfou novamente. A batalha continuou eletrizante na SS18, com mais um sucesso de Neuville. Os dois largaram para a última especial separados por apenas 0,8 segundos de vantagem a favor de Ogier.

O francês fez todo o possível, mas não conseguiu impedir que Neuville virasse o jogo, vencendo a prova por apenas 0,7 segundos.

Os resultados permanecem provisórios. No final da penúltima especial, Ogier partiu em direção ao trecho seguinte sem pegar seu cartão de tempo. Mais tarde, foi entregue a ele por Ott Tänak. Aguardam-se notícias sobre se Ogier receberá uma penalidade.

A próxima etapa do Campeonato Mundial de Rally – WRC acontecerá na Finlândia, entre os dias 26 a 29 de julho.

Classificação final do Rally da Itália:

1. T. Neuville / N. Gilsoul (Hyundai i20 Coupe WRC): 3:29:18,7
2. S. Ogier / J. Ingrassia (Ford Fiesta RS WRC): + 0,7
3. E. Lappi / J. Ferm (Toyota Yaris WRC): + 1:56,3
4. H. Paddon / S. Marshall (Hyundai i20 Coupe WRC): + 2.55,2
5. M. Ostberg / T. Eriksen (Citroën C3 WRC): + 3:10,9
6. C. Breen / S. Martin (Citroën C3 WRC): + 4:31,7
7. J.M. Latvala / M. Anttila (Toyota Yaris WRC): + 11:22,1
8. O. Tänak / M. Järveoja (Toyota Yaris WRC): + 12:38,2
9. J. Kopecky / P. Dresler (Skoda Fabia R5): + 13:14,6
10. T. Suninen / M. Markkula (Ford Fiesta RS WRC): + 15:30,4

Classificação do Mundial de Pilotos após o Rally da Itália

1. Thierry Neuville: 149 pontos
2. Sébastien Ogier: 122 pontos
3. Ott Tänak: 79 pontos
4. Esapekka Lappi: 70 pontos
5. D. Sordo: 60 pontos
6. Andreas Mikkelsen: 56 pontos
7. Elfyn Evans: 46 pontos
8. Kris Meeke: 43 pontos
9. Jari-Matti Latvala: 37 pontos
10. Craig Breen: 34 pontos

Classificação do Mundial de Construtores após o Rally da Itália

1. Hyundai Motorsport: 212 pontos
2. M-Sport WRT – Ford: 184 pontos
3. Toyota Gazoo Racing WRT: 161 pontos
4. Citroën Total Abu Dhabi WRT: 129 pontos



Itens relacionados:
»28/05/2018 Campeonato Mundial de Rallycross WRX - 4ª etapa – Inglaterra – Vitória de Johan Kristoffersson
»20/05/2018 WRC – Neuville vence o Rally de Portugal e assume liderança do Mundial
»13/05/2018 Campeonato Mundial de Rallycross WRX - 3ª etapa – Bélgica – Vitória de Sébastien Loeb
»30/04/2018 Campeonato Mundial de Rallycross WRX - 2ª etapa – Portugal - Johan Kristoffersson vence e lidera
»29/04/2018 WRC - Ott Tänak vence o Rally da Argentina
»16/04/2018 Campeonato Mundial de Rallycross WRX - 1ª etapa - Espanha - Vitória de Johan Kristoffersson
»08/04/2018 WRC - Sébastien Ogier vence o Rally da França e amplia a liderança do Mundial
»11/03/2018 WRC - Sébastien Ogier vence o Rally do México e retoma a liderança do Mundial
voltar para a página anterior | topo desta página | home do site

Klever Kolberg e Equipe Valtra no Facebook Klever Kolberg e Equipe Valtra no Twitter Klever Kolberg e Equipe Valtra no You Tube Klever Kolberg e Equipe Valtra no Flickr
www.parisdakar.com.br