Klever Kolberg e Equipe Valtra no Facebook Klever Kolberg e Equipe Valtra no Twitter
Klever Kolberg e Equipe Valtra no You Tube Klever Kolberg e Equipe Valtra no Flickr
Notícias
Team building: Práticas de comunicação para entender e realizar a importância de todos numa equipe por Trabalho em equipe de Klever K e João W. Galuzio - (imprensa@parisdakar.com.br)
19/07/2018


Equipe celebra resultado no Rally
Foto: David Santos Jr


Todos nós sabemos que o trabalho em equipe é fundamental para a resolução de problemas, especialmente os mais complexos. Pouco importa se o objetivo é mais ou menos desafiador, organizar a equipe por papéis e em times é uma estratégia que proporciona condições efetivas para alcançar resultados superiores.

Não é diferente do que e como fazemos numa equipe de rally no meio do deserto. Compartilhamos recursos, definimos e distribuímos claramente as responsabilidades, acompanhamos os indicadores para corrigir com velocidade e aumentar a chance de sucesso.

No Rally Dakar, numa estrutura com vários carros competindo, a equipe é composta por times cooperativos. Em cada carro tem o time de tripulantes (piloto e navegador), e o time dos mecânicos que é tem várias especialidades (engenheiro, motor, eletrônica, powertrain, suspensão, pneus, chassi, funilaria). Juntam-se a esses, os times que trabalham para todos os carros. Logística (motorista, mecânico caminhão, almoxarife), o pessoal do suporte (chefe de equipe, fisioterapeuta / médico, nutricionista e alimentação, jornalista), e todo o time de back office que fica trabalhando nas suas bases espalhadas pelo mundo. É preciso lembrar o time de fornecedores, que também trabalha neste conjunto durante todo o ano com representantes nos acompanhando no deserto ou em suas bases recebendo as informações e indicadores coletados diariamente.

Todos, alinhados e conscientes de suas responsabilidades e prazos, operam com eficiência, condição essencial para a eficácia consistente. Consistente, pois num ambiente que exige alto nível de performance não basta ser eficaz, é indispensável que haja um sistema capaz de verificar os processos e melhorar a cada novo desafio, de modo sustentável.

Numa equipe vencedora não cabe nem o “roda presa” como tampouco o “salvador da pátria”, todos são importantes. Ainda que o papel de um ou outro integrante seja menos evidente ou mais pontual, se é necessário ao processo, deve ser celebrado e considerado para gerar e manter a autoestima e sentido de pertencimento de todos. Literalmente, a responsabilidade é coletiva, somos independentes e interdependentes. Quando trabalhamos juntos, somamos esforços, construímos laços. O que existe são momentos em que você pode ser decisivo. Então é preciso estar preparado para bater o pênalti e marcar o gol. Quando um time finaliza uma etapa, se coloca à disposição dos outros e se prepara para as novas fases, a partir do aprendizado contínuo para sempre melhorar.

Dificuldades e problemas são inerentes às mudanças constantes. É neste momento que se revelam os times mais bem preparados, quando conflitos se apresentam e todos juntos buscam alternativas, preservando o espírito de equipe.

Nas adversidades é mais fácil cair na armadilha de acabar se esquecendo de que fazemos parte do objetivo maior da equipe. Pode ser mais comum as pessoas enxergarem suas tarefas como mais importantes, ou deixar de aceitarem outras contribuições e, no pior dos mundos, fazerem coro à aquela velha frase: “Eu fiz a minha parte”, um atalho para a desmobilização.

Para evitar isso as equipes devem ser versáteis (e preparadas) para minimizar ou eliminar essas barreiras. Para manter os objetivos alinhados é necessário investir na comunicação para que todos entendam a dinâmica do grupo de modo que possam manter o foco no que é essencial. Esta comunicação faz com que todos saibam o que está acontecendo com a equipe, compreendem como está o andamento do trabalho de cada time, com informações claras.

Na comunicação completa o diálogo melhora e é mais aberto, os caminhos são claros, as pessoas sabem e gostam de escutar com real interesse, não há resistência às mudanças nem receio de falar de problemas, nem de participar com ideias e de receber críticas. Assim criamos um dos pilares de um ambiente de confiança.

Team building
Estabelecer este ambiente de confiança dentro de uma equipe é muito importante. Esta construção é mais fácil quando as pessoas saem do ambiente de trabalho e interagem umas com as outras de uma forma que imite seus projetos de trabalho sob a orientação de um facilitador qualificado. Esse tipo de experiência de team building estimula a colaboração e a confiança dentro de um ambiente seguro que permite que os participantes assumam riscos sem medo das consequências.

Esta experiência proporciona uma compreensão sobre os papéis, pontos fortes e pontos a melhorar, e estimula uma nova relação de confiança.

Aceite nosso convite para conhecer nossas ferramentas para desenvolvimento desse espírito de equipe. Conheça em detalhes nossas alternativas para estimular e realizar novos e melhores comportamentos. Entre em contato conosco agora para garantir o sucesso de suas equipes. #TMJ.



Itens relacionados:
»30/05/2018 Palestra Motivacional de Klever Kolberg para engajar o time da Sabesp na implantação do SAP
»21/05/2018 Palestra Motivacional de Klever Kolberg para a Rural Brasil
»23/04/2018 Carros elétricos são mais que uma tendência, são o futuro do automóvel
»10/04/2018 Palestra Motivacional: Era da informação ou da desinformação?
»02/02/2018 Palestra Motivacional de Klever Kolberg para a Vallée
»18/12/2017 Palestra Motivacional de Klever Kolberg para engajar a equipe da Sabemi
»14/12/2017 Palestra Motivacional de Klever Kolberg para a Oracle
»07/12/2017 Novo Treinamento Motivacional organizado por Klever Kolberg para o Banco do Brasil
voltar para a página anterior | topo desta página | home do site

Klever Kolberg e Equipe Valtra no Facebook Klever Kolberg e Equipe Valtra no Twitter Klever Kolberg e Equipe Valtra no You Tube Klever Kolberg e Equipe Valtra no Flickr
www.parisdakar.com.br