Sciam
Clique e assine Sciam
Notícias

Acidente na DuPont mata quatro operários nos Estados Unidos

Um vazamento de metil mercaptano na indústria química pode ter sido a causa do acidente no Texas

Khou TV
Legenda:

 

A instalação da DuPont, localizada a leste de Houston, usa metil mercaptano para fabricar inseticidas e fungicidas, de acordo com o Conselho Americano de Investigação de Riscos e Segurança Química (CSB). Mas a substância química é muito mais conhecida como o aditivo de gás natural que lhe dá o cheiro característico de repolho podre.

 

 

 

 
Por Andrea Widener e Chemical & Engineering News

Peritos do Conselho Americano de Investigação de Riscos e Segurança Química (CSB, na sigla em inglês) estão no Texas averiguando um aparente vazamento químico que matou quatro operários e feriu outro em uma instalação da DuPontem La Porte, no Texas.

Os trabalhadores provavelmente morreram de exposição a metil mercaptano* enquanto tentavam consertar um vazamento em uma válvula, por volta das quatro horas da madrugada de 15 de novembro, informou a DuPont em um comunicado.

A empresa acrescentou que a comunidade ao redor da instalação não esteve em risco. [*O metil mercaptano é um gás altamente tóxico, incolor e inflamável que tem um odor repulsivo. Sua inalação ou contato com a pele ataca o sistema nervoso central e pode ser fatal.]

“Nosso objetivo na investigação desse acidente é determinar a causa original e fazer recomendações para prevenir quaisquer acidentes similares em toda a indústria”, declarou Rafael Moure-Eraso, presidente do CSB.

Além de incolor e facilmente inflamável, a Agência de Registros de Substâncias Tóxicas Doenças americana, adverte que o tóxico metil mercaptano pode causar dores de cabeça, tonturas, náuseas, vômitos, coma ou até morte.

De acordo com o Conselho Americano de Investigação de Riscos e Segurança Química, a instalação da DuPont, localizada a leste de Houston, no Texas, usa metil mercaptano para produzir inseticidas e fungicidas.

No entanto, essa substância química é mais conhecida como o aditivo de gás natural, que lhe confere o distinto cheiro de repolho podre.

Em 2001, o metil mercaptano foi responsável por um acidente fatal em uma fábrica da Atofina Chemicals Inc., em Michigan.

Naquele incidente, operários morreram quando o produto químico entrou em chamas enquanto um vagão industrial estava sendo descarregado, causando uma explosão. O acidente matou três pessoas, feriu várias outras e resultou na evacuação de 2.000 moradores das proximidades.

A instalação da Dupont em La Porte parece ter sido autuada anteriormente por violações de normas de segurança por parte da Comissão de Qualidade Ambiental do Texas, de acordo com relatórios das organizações noticiosas do estado.

O CSB já havia realizado quatro investigações anteriores em instalações da DuPont, todas em 2010.

Um dos acidentes havia matado um operário em Belle, na Virgínia Ocidental, e o outro tinha custado a vida a um trabalhador em Buffalo, no estado de Nova York.

Em sua declaração, autoridades da Dupont afirmam estar trabalhando com autoridades locais, estaduais e federais à medida que investigam o acidente.

A empresa alega estar realizando sua própria “avaliação de cima para baixo”.

Este artigo foi reproduzido com permissão de Chemical & Engineering News (© American Chemical Society). O artigo foi publicado originalmente em 17 de novembro de 2014.

Scientific American 18 de novembro de 2014