Sciam


Clique e assine Sciam
Notícias

Análise do Solo

Curiosity usará areia de Marte para remover própria película oleosa; após esse processo o jipe estará pronto para coletar

John Matson
NASA/JPL-Caltech/MSSS
O jipe Curiosity, que aterrissou em Marte em agosto, está se aproximando de um trecho arenoso chamado de Rocknest – “ninho das rochas”, em tradução literal – (à direita das pequenas rochas, na imagem ao lado). Por isso, em algumas semanas os administradores da missão planejam ativar os laboratórios químicos a bordo da Curiosity, preparando-os para analisar amostras do solo da área.

O primeiro passo, no entanto, é retirar do jipe uma característica típica de seu planeta natal: uma película oleosa residual impossível de evitar que aparece simplesmente por ter estado na Terra, como esclareceu Daniel Limonadi, do Laboratório Propulsão a Jato da Nasa, em Pasadena, Califórnia, durante uma teleconferência com jornalistas em 4 de outubro. Limonadi é o principal engenheiro de sistemas de ciência e amostragem da Curiosity.

Pouco depois Limonadi explicou por e-mail que a película é conhecida tecnicamente como carbono adventício. “A verdade é que não sabemos muito bem de onde vem ela vem”, escreveu ele. “Só sabemos que quando superfícies são expostas a ambientes da Terra que tem ar elas rapidamente acumulam esse filme muito fino”.

O engenheiro ressaltou que para remover a película o jipe coletará areia de Rocknest com seu braço robótico e depois usará um dispositivo vibratório para retirá-la de dentro do hardware de coleta de amostras. “Pegamos a amostra de areia, limpamos a abertura do Curiosity três vezes com ela e depois a eliminamos”, explicou Limonadi. 

Após completar a limpeza arenosa, que deve demorar uma semana ou mais, o Curiosity estará pronto para transferir amostras de sua coleta para os instrumentos SAM (Análise de Amostras Marcianas) e CheMin (Química e Mineralogia) e analisar a composição química da coleta. 
Nas bancas!                     Edições anteriores                                            Edições especiais                              
Conheça outras publicações da Duetto Editorial
© 2012 Site Scientific American Brasil • Duetto Editorial • Todos os direitos o reservados.
Site desenvolvido por Departamento Multimídia • Duetto Editorial.