Sciam


Clique e assine Sciam
Notícias

Fazenda vertical em Chicago cultiva alimentos orgânicos

Além de reduzir custos de transporte, a fazenda urbana recicla água, usa pouca energia e nenhum agrotóxico

sem crédito
Barracão esconde fazenda enorme em uma Chicago comum. 

Por Ben Schiller

O projeto FarmedHere [“plantado aqui”, em tradução literal] já preencheu mais de 8 mil m² com rúcula, ervas e tilápias, criando um sistema fechado que fornecerá mais de 450 mil kg de vegetais todos os anos

De enormes fazendas em telhados a estufas distantes em terrenos baldios, fazendas urbanas começaram a aparecer por todos os lados nos últimos anos.

A ideia de levar a produção para mais perto do mercado faz sentido para a economia, o ambiente, e a administração urbana. Melhor ocupar o espaço vazio do que deixá-lo ser invadido por algo menos útil.

A mais nova adição à safra é essa fábrica de vegetais com 8361m², a cerca de 24km do centro de Chicago. Fazendo uso de um barracão abandonado, essa é uma fazenda vertical para produção de rúcula, quatro tipos de manjericão, e peixes. O mais engenhoso é que a água dos tanques de tilápias é usada em sistemas aquapônicos (quando plantas crescem na água) e aeropônicos (por aspersão). Praticamente não há desperdício de água.

“Usamos aproximadamente 3% da água da agricultura tradicional, e tudo é reciclável”, declara Jolanta Hardej, CEO da FarmedHere, a empresa por trás da instação. Além disso, assim como outras fazendas internas, a instalação reduz o uso de energia ao eliminar a necssidade de equipamentos pesados de agricultura e o transporte por longas distâncias.

 Hardej conta que o prédio de Bedford Park é a maior fazenda aquapônica do país, e a primeira a receber certificação orgânica do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.

As plantas crescem em seis prateleiras que vão do chão até o teto, somando 13935 m², e são cultivadas por trabalhadores que usam elevadores. O plano é forcener até 454 mil kg de vegetais anualmente, a maior parte em mercados como a Whole Foods, mas também a restaurantes locais.