Sciam


Clique e assine Sciam
Notícias

China lança sua quinta missão tripulada

Astronautas chineses vão fazer pesquisas e treinar técnicas de acoplagem orbital 

 

CCTV
Shenzhou 10 marca a quinta missão tripulada da China ao espaço.

Por Miriam Krammer e SPACE.com

Um foguete chinês partiu para o espaço na terça-feira (11 de junho) carregando três tripulantes a caminho do módulo espacial orbital da nação.

O trio de astronautas – dois homens e uma mulher – a bordo de seu foguete Shenzhou 10, foi para o módulo Tiangong 1 a partir do Centro de Lançamento de Satélites Jiuquan, no deserto de Gobi, às 17h38 hora local.

Os astronautas do Shenzhou 10, Nie Haisheng, Zhang Xiaoguang e Wang Yaping – a segunda chinesa a ir para o espaço – são a quinta tripulação chinesa a ir ao espaço. O foguete Longa Marcha 2F, que levou os três astronautas, é o mais pesado já lançado pelo país.

A tripulação do Shenzhou 10 deve se acoplar ao módulo Tiangong 1 (também chamado de Palácio Celestial 1) duas vezes durante o curso de sua missão de 15 dias, declarou Wu Ping, porta-voz do programa espacial tripulado da China, durante uma reunião na segunda-feira. De acordo com Wu, uma das acoplagens será manual e a outra, automática.

“Até agora só conduzimos três testes de acoplagem automática e um manual”, contou ela, de acordo com a agência estatal de notícias da China, Xinhua. “Mais testes são necessários. Nós também precisamos provar que nossos astronautas estão aptos a uma estadia maior no espaço e que os orbitadores são capazes de sustentar sua vida e trabalho”.

Durante sua temporada no espaço, Nie, Zhang e Wang devem transmitir uma aula de ciências para alunos na Terra, e testar o desempenho e eficiência de seres humanos e tecnologias no espaço.

O relativamente pequeno módulo Tiangong 1 está em órbita ao redor da Terra desde setembro de 2011. A estrutura de 8,5 toneladas tem quase metade da massa da primeira estação espacial do mundo – a Salyut 1, da União Soviética – e a Estação Espacial Internacional tem cerca de 400 toneladas métricas em comparação, escreveu Marcia Smith, editora do website SpacePolicyOnline.com, em uma postagem recente.

A primeira tripulação chinesa de três pessoas se acoplou ao módulo Tiangong 2 em junho de 2012. Antes da missão Shenzhou 10, oito outros astronautas chineses fizeram a viagem até o espaço. O primeiro astronauta chinês, Yang Liwei, foi ao espaço em 2003.

A mídia chinesa está relatando que essa nova jornada marca a última das três missões planejadas para dominar encontros e acoplagens no espaço. O Shenzhou 10 é parte do plano chinês de ganhar a experiência necessária para construir e operar uma grande estação espacial por volta de 2020, declararam oficiais.

A Xinhua relatou que a estação maior será composta de três cápsulas: dois laboratórios e uma unidade principal. Espera-se que o habitat orbital pese mais de 90 toneladas.

Zhang e Wang nunca foram ao espaço antes, mas Nie ficou por lá quase cinco dias durante a missão Shenzhou 6, em 2005.

Depois dos Estados Unidos e da Rússia, a China é o terceiro país a enviar astronautas ao espaço em seus próprios veículos.