Notícias
05 de março de 2012
Exploração em Marte
Cientistas propõem novos locais para pouso
por Eric Hand
©Michael Rosskothen/ Shutterstock
Foram anos de intenso debate para peneirar as dezenas de locais com potencial de pouso em Marte para o Curiosity, veículo robótico da Nasa, até chegar a apenas um. Embora o veículo de US$ 2,5 bilhões não pouse na cratera Gale até agosto, cientistas já pensam onde pousar na próxima vez. Na quarta-feira, em seminário realizado em Herndon, Virgínia, 40 pesquisadores prepararam uma lista com dez locais de alta prioridade para futuras missões.

Alguns considerariam prematuro planejar um veículo futuro, já que o Curiosity pode ser o último por muito tempo. Há apenas duas semanas a Nasa anunciou sua retirada das missões definidas em conjunto com a Agência Espacial Europeia (ESA) em 2016 e 2018. A ESA declarou que está trabalhando com a Rússia para preencher as lacunas deixadas pela retirada dos Estados Unidos, mas nada foi decidido ainda.

No entanto, os organizadores da oficina apressam o recolhimento de dados sobre os novos locais. A urgência decorre da preocupação com a longevidade do satélite que fez a maior parte do trabalho até agora: o Mars Reconnaissance Orbiter (MRO), lançado em 2005. Um dos 14 detectores com dispositivo de carga acoplada (CCD) da câmera de alta resolução não funciona mais e atualmente um dos três resfriadores criogênicos usados no espectômetro de imagens está fora da missão. Não há nada similar planejado para substituí-lo.

Richard Zurek, cientista do projeto para o MRO no Jet Propulsion Laboratory da Nasa, em Pasadena, Califórnia, afirma que os pesquisadores devem captar o que for possível da sonda enquanto ela ainda funciona. “Vimos apenas uma fração minúscula de Marte em alta resolução”, lamenta ele. “Talvez o melhor local ainda esteja por vir.”
1 2 »
Eric Hand da revista Nature
Veja aqui todas as notícias publicadas neste site!