Sciam


Clique e assine Sciam
Notícias

Decisão Instantânea para Prevenir Tumores

Câmera ultrarrápida pode ajudar a detectar o câncer antes que ele se espalhe

Larry Greenemeier
Photo Researchers INC
Células cancerosas que escapam de um tumor e produzem metástase levam a 90% de todas as mortes por câncer. Pesquisadores passaram décadas tentando desenvolver testes sanguíneos para detectar essas células.

Mas encontrá- las pode ser como procurar uma agulha específica em um saco de agulhas. Um mililitro de sangue contém cerca de 5 bilhões de hemácias e quase 10 milhões de leucócitos, mas apenas 10 células cancerosas.


Pesquisadores da University of California em Los Angeles desenvolveram uma tecnologia capaz de encontrar essas células antes que elas formem novos tumores, aumentando significativamente a chance de sobrevivência dos pacientes. Eles descrevem o sistema na Proceedings of the National Academy of Sciences  USA.

No coração do sistema da UCLA está uma câmera microscópica ultrarrápida que os pesquisadores apresentaram em 2009 que faz imagens a aproximadamente 6 milhões de quadros por segundo. Essa câmera de microscopia serial amplificada codificada por tempo (STEAM, em inglês) cria cada imagem usando um pulso
laser muito curto – um flash de apenas 1 bilionésimo de segundo. 

A velocidade de seu obturador é de 27 picossegundos, cerca de 1 milhão de vezes mais rápido que uma câmera digital atual. (Um picossegundo é 1 trilionésimo de segundo.) 

A câmera da UCLA converte cada pulso laser em um feixe de dados a partir do que uma imagem de alta  velocidade pode ser montada. À câmera STEAM, os pesquisadores adicionaram um canal de microfluidos para que as células fluam através dela, além de um processador de imagens de alta velocidade que obtém imagens sem desfoque.

A equipe usou essa tecnologia para identificar células de câncer de mama em amostras de sangue. “Observamos formato, tamanho e textura das células, bem como a estrutura de sua superfície”, explica o principal autor do trabalho, Keisuke Goda. “Células cancerosas tendem a ser maiores que hemácias ou leucócitos. E sabemos que a forma de uma célula cancerosa é mal definida se comparada às outras.” Goda adiciona que um teste sanguíneo relativamente não invasivo encorajaria as pessoas a fazer mais exames que atualmente.
Nas bancas!                     Edições anteriores                                            Edições especiais                              
Conheça outras publicações da Duetto Editorial
© 2012 Site Scientific American Brasil • Duetto Editorial • Todos os direitos o reservados.
Site desenvolvido por Departamento Multimídia • Duetto Editorial.