Sciam
Clique e assine Sciam
Notícias

Fundador da SpaceX planeja revelar planos para levar humanos a Marte em Setembro

Um dos desafios do projeto de Elon Musk envolve conseguir combustível para a viagem de volta a partir de recursos marcianos

 

Vista do Planeta Vermelho capturada pelo rover Curiosity, da Nasa. Crédito: NASA, JPL-Caltech, MSSS
Leonard David e SPACE.com

O fundador, CEO e designer principal da empresa SpaceX, Elon Musk, revelará seus planos para levar seres humanos para Marte no 67º Congresso Astronáutico Internacional (IAC, na sigla em inglês), que acontecerá no próximo mês, em Guadalajara, México. O encontro mundial será realizado dos dias 26 a 30 de setembro.

No segundo dia do IAC, durante a apresentação de um discurso especial intitulado “Fazendo dos humanos uma espécie multiplanetária,” Musk discutirá os desafios técnicos de longo prazo que precisam ser solucionados para permitir a criação de uma presença humana permanente e sustentável em Marte.

A apresentação técnica focará em potenciais projetos para a colonização do Planeta Vermelho com as quais a indústria, o governo e a comunidade científica possam colaborar nos próximos anos.

Dragão Vermelho

No passado, Musk detalhou sua intenção de usar uma versão não-tripulada da espaçonave Red Dragon para voar para Marte no período de 2018. Depois, outros voos da nave transportariam humanos para o planeta.

Usando retropropulsão supersônica para pousar no Planeta Vermelho, o Red Dragon poderá transportar equipamento científicos, particularmente hardware que possa testar combustível que será produzido lá.

Gwynne Shotwell, presidente da SpaceX, ressaltou os planos de sua empresa de ir para Marte no último dia 9 de agosto, na 30ª Conferência anual sobre Pequenos Satélites, realizada na Universidade Estadual de Utah, em Logan, Utah.

"Se você falasse sobre isso 15 anos atrás, nós provavelmente teríamos sido internados,” Shotwell disse a plateia. “A conversa mudou… agora nós podemos falar sobre ir para Marte,” ela afirmou.

Shotwell disse que retropropulsão é “realmente a resposta” em contraste com aerofólios, paraquedas e ballutes (espécie de freio de alta velocidade que combina balão e paraquedas). “Além disso, a retropropulsão aumentará. “Nós não estamos falando sobre jogar 10 toneladas em Marte. Nós vamos jogar centenas de toneladas em Marte… Com ‘jogar’ quero dizer ‘colocar gentilmente’.”  

Motor Raptor

Um desenvolvimento chave da SpaceX no campo da propulsão  para Marte é o Raptor, um motor de oxigênio líquido e metano, notou Shotwell, apontando que o primeiro motor Raptor será testado em breve.

Falando sobre o que um Red Dragon não tripulado poderá levar para Marte em 2018, “nós ainda não descobrimos como você coloca coisas na superfície do Dragon, mas estamos trabalhando nisso,” disse Shotwell.

"Nós estamos trabalhando em cargas de utilização de recursos in-situ (ISRU, na sigla em inglês),” acrescentou Shotwell. “Eu preciso da minha nave espacial de volta para levar mais pessoas para Marte. A viagem de volta é de graça.”


Em termos de nível de dificuldade para o plano da SpaceX, Shotwell disse que a parte mais difícil é conseguir combustível a partir de recursos de Marte para a viagem de volta. “Minerar seu próprio combustível da superfície para decolar de novo… porque a viagem de volta, eu acho que é bem importante,” ela disse.

Shotwell também comentou que a SpaceX também está observando algumas tecnologias de propulsão elétrica para atividades no espaço.

"Há muito a ser feito,” observou Shotwell. “Eu quero ver transporte para outros sistemas solares… entrar numa nave espacial e ir para algum planeta maluco,” ela sugeriu.

 

Copyright 2016 SPACE.com, uma empresa Purch. Todos os direitos reservados. Esse material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.

Veja também:

- Mistério do metano de Marte se aprofunda

- Gelerias de Marte são couraças de um metro de espessura

- Marte perdeu um oceano de água no passado

- Espaçonave perdida é encontrada em Marte

 

Para assinar a revista Scientific American Brasil e ter acesso a mais conteúdo, visite: http://bit.ly/1N7apWq