Sciam
Clique e assine Sciam
Notícias

Hubble encontra provavel objeto mais antigo já observado

Imagens de Campos de Fronteira incluem uma galáxia a cerca de 13 bilhões de anos-luz de distância

NASA/ESA/J. Lotz, M. Mountain, A. Koekemoer, and the HFF Team (STScI
Por Clara Moskowitz

A famosa foto do Telescópio Hubble, chamada de “Deep Field” [Campo Profundo], mostrou que trechos aparentemente vazios de espaço na verdade estão cheios de objetos distantes. A foto original, de 1996, revelou milhares de galáxias em uma região que parecia não ter nada. 

Agora o Hubble produziu um novo conjunto de imagens dos chamados “Frontier Fields” [Campos de Fronteira], que ficam mais distantes que qualquer uma das imagens anteriores.

Essas imagens revelam um tesouro de galáxias observadas pela primeira vez, e uma delas pode estar entre os objetos mais distantes já observados pela humanidade.

A galáxia em questão, chamada de Abell2744 Y1, parece estar a mais de 13 bilhões de anos-luz de distância, o que significa que sua luz demorou 13 bilhões de anos para chegar até nós. Esse objeto parece ter se formado quando o Universo tinha apenas 650 milhões de anos de idade.

Esse tipo de galáxia primordial pode ser diferente dos tipos que tendem a se formar atualmente. Abell2744 Y1, por exemplo, é cerca de 30 vezes menor que nossa Via Láctea, e mesmo assim produz 10 vezes mais estrelas que nossa galáxia.

Ou melhor dizendo: produzia, quando o Universo ainda era jovem.