Sciam


Clique e assine Sciam
Notícias

Nobel da Paz 2013 para luta contra guerra química

A Organização para a Proibição de Armas Químicas é homenageada 

Jonathunder/Wikimedia Commons
Pelos  Editores de Scientific American

A recente utilização de um agente químico mortal na Síria ressalta a contínua ameaça dessas armas abomináveis. A Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) vem liderando os esforços internacionais para banir as armas químicas e o Comitê Nobel norueguês decidiu conceder à entidade o Prêmio Nobel da Paz de 2013 por seus amplos e intensos esforços.

Ironicamente, alguns historiadores consideram outro laureado Nobel como pai da guerra química: Fritz Haber (1868-1934), que não só revolucionou a agricultura com um processo químico para a produção de fertilizantes (sua obra consagrada com o Nobel de 1918), mas também criou e organizou o uso de gás de cloro e outros agentes químicos durante a Primeira Guerra Mundial I.

Para maiores conhecimentos e outras informações sobre armas químicas consulte nossos Relatório Aprofundado The Specter of Chemical and Biological Weapons (O espectro de armas químicas e biológicas), em inglês