Notícias
  
08 de maio de 2007
Nova receita de células-tronco é promissora para doenças relacionadas ao sangue
Células embrionárias que formam vasos sanguíneos começam a ser cultivadas em grande escala
por JR Minkel
Sangue novo: pesquisadores cultivaram uma célula-tronco embrionária rara em número suficiente para vê-las trabalhar (verde) em vasos sanguíneos danificados (vermelho), neste caso na retina de um rato diabético
A empresa Advanced Cell Technology, de Massachusetts, anunciou que está cultivando uma grande quantidade de um tipo raro de célula-tronco embrionária humana, que pode se transformar em sangue e vasos sanguíneos. Ao serem injetadas em camundongos, as células se reuniram ao redor de vasos sanguíneos danificados nos olhos, coração e membros, e aparentemente reconstruíram o tecido machucado. A empresa planeja pedir aprovação no final do próximo ano para conduzir experiências com a versão humana dessas células, os hemangioblastos.

Se as células forem capazes de substituir aquelas danificadas nos vasos sanguíneos, podem levar a novos tratamentos para doenças relacionadas à interrupção do fluxo sanguíneo, incluindo ataques cardíacos, derrames e complicações do diabetes.

Os pesquisadores acreditam que os hemangioblastos existem por um breve período no desenvolvimento embrionário, durante o qual dão origem a tecidos de formação do sangue no corpo. “Teoricamente, seria a célula ideal para reparos vasculares”, afirma Mervin Yoder da Indiana University School of Medicine in Indianápolis, e que não participou do estudo.

Outras equipes de pesquisa já haviam descoberto hemangioblastos em camundongos e células embrionárias humanas, assim como na medula óssea humana de adultos e no sangue do cordão umbilical. No entanto, não conseguiram coletar a quantidade suficiente para avaliar as propriedades regenerativas das células.
1 2 »
Veja aqui todas as notícias publicadas neste site!