Sciam


Clique e assine Sciam
Notícias

Prótese Corporal

Como dois homens se uniram para construir uma mão nova

Ben Schiller
©Fast Company
No ano passado, um sul-africano chamado Richard Van As perdeu quatro dedos em um acidente enquanto trabalhava com madeira. E isso foi só o começo de seus problemas. A cirurgia lhe custou US$20 mil – todo o dinheiro que ele tinha –, sem incluir a substituição de dedos com próteses. Isso custaria mais US$20 mil – uma quantia proibitiva, dado o preço do dólar atualmente.

Foi nessa época que Van As começou a pensar em construir sua própria mão e encontrou um vídeo feito por Ivan Owen, um designer que morava a 16 mil quilômetros de distância, em Washington. Owen tinha construído uma mão monstruosa para a fantasia que usou em uma convenção de ficção-científica alguns meses antes. Então Rich contatou Ivan com uma ideia: por que não construírem uma mão juntos?

“Richard é um cara muito quieto”, conta Owen. “O e-mail que recebi dele só tinha três frases. Era apenas uma foto de sua mão em que ele dizia, bem diretamente, que não tinha dedos e perguntava se eu já tinha considerado criar algo para quem teve os dedos amputados”. A primeira linha da mensagem era: “Oi. Eu vi suas mãos no YouTube. Elas são interessantes”.

Alguns podem ficar desanimados com a ideia de construir uma mão a partir do nada, mas Owen disse que sua pesquisa o convenceu de que poderia fazê-lo. “Eu observei pernas de caranguejo e dedos humanos e percebi que, na prática, é só um sistema de cabos e polias”, explica ele. “Eu encontrei também uma prótese de mão construída por um dentista australiano em 1836 e pensei que se alguém conseguiu fazer isso naquela época, tinha de haver um jeito”.
Durante os últimos meses, Van As e Owen trabalharam em um protótipo, construindo modelos separados a partir de Meccano e de peças de brinquedos. Owen explica que as juntas são a parte mais desafiadora – devem ser pequenas e leves, mas fortes o bastante para suportar forças mecânicas.

No mês que vem, Owen viaja para Johanesburgo para construir um protótipo avançado de titânio. Ele acredita que será interessante conhecer seu amigo pessoalmente pela primeira vez. “Estamos muito ansiosos”.

Van As e Owen pretendem publicar seus resultados finais on-line e postar vídeos e tutoriais de “faça-você-mesmo”. “Se já houvesse um projeto por aí, com algumas instruções, o Rich teria construído a mão sozinho – e nós achamos que provavelmente existem outras pessoas como ele, ou pessoas que conhecem pessoas assim”.

“Outra vantagem disso é que, depois de termos feito nosso projeto inicial, ele pode continuar a evoluir se outros encontrarem maneiras de melhorá-lo”, adiciona ele. Eles postaram alguns projetos iniciais em http://chaincrafts.blogspot.com.br/

Futuramente eles pretendem construir kits e criar uma organização sem fins lucrativos para ajudar amputados. “Se pudermos continuar a desenvolver essa ideia, teremos a capacidade de produzir sistemas para pessoas que não têm meios ou acesso para produzi-los sozinhas”. 

Atualmente, Van As e Owen estão levantando US$5 mil no Fundly – dinheiro que planejam investir em uma fresadora, em uma impressora 3D e em materiais. No momento em que este artigo foi escrito, eles só tinham metade do dinheiro – ainda que, de certa forma, já tenham percorrido um longo caminho.
Nas bancas!                     Edições anteriores                                            Edições especiais                              
Conheça outras publicações da Duetto Editorial
© 2012 Site Scientific American Brasil • Duetto Editorial • Todos os direitos o reservados.
Site desenvolvido por Departamento Multimídia • Duetto Editorial.