Sciam


Clique e assine Sciam
Notícias

Veneno de Mamba-negra como Medicamento

Peptídeos que bloqueiam a dor podem render novos analgésicos

Katherine Harmon
cortesia de Wikimedia Commons/Bill Love/Blue Chameleon Ventures
Imagem de mamba-negra.
Uma picada de mamba-negra (Dendroaspis polylepis) pode matar uma pessoa adulta em 20 minutos. Junto a esse veneno tóxico, porém, está uma nova classe natural de compostos que poderia ser usada para desenvolver novos analgésicos.

Batizados de “mambalginas”, esses peptídeos bloqueiam a dor aguda e inflamatória em ratos tão bem quanto a morfina, de acordo com um novo estudo.

Pesquisadores, liderados por Sylvie Diochot do Instituto de Farmacologia Molecular e Celular da Nice University em Sophia Antipolis, na França, purificaram os peptídeos do veneno e definiram a estrutura do composto. Em seguida eles conseguiram testar as mambalginas em ratos que tinham várias alterações genéticas em suas rotas de dor. Diochot e seus colegas descobriram que as mambalginas funcionam bloqueando um conjunto, até então ignorado, de canais iônicos neurológicos associados a sinais de dor. As descobertas foram publicadas on-line em 3 de outubro, na Nature (Scientific American é parte do Nature Publishing Group).

Como bônus, as mambalginas não apresentaram o arriscado efeito colateral da morfina – a depressão respiratória. Com o passar do tempo, os ratos apresentaram uma tolerância muito menor aos compostos do que aquela que é típica da morfina e pede doses cada vez maiores com efeitos cada vez mais reduzidos.
cortesia de Wikimedia Commons/Tad Arensmeier
Imagem da boca de mamba-negra.
Experimentos com os compostos recém-descobertos também podem ajudar pesquisadores a aprender mais sobre os mecanismos da dor. Como os pesquisadores apontaram em seu artigo, “compreender melhor a dor é essencial para desenvolver novos analgésicos. Os peptídeos da mamba-negra descobertos aqui têm o potencial de atingir esses dois objetivos”.

Venenos de muitas outras espécies animais, incluindo aranhas, escorpiões, formigas e até caracóis também foram estudados por seu potencial analgésico.

Os pesquisadores alertam, porém, que as pessoas não devem tentar extrair esse veneno da Natureza. O soro antiofídico para a picada de mamba-negra existe, mas nem sempre está disponível; e sem ele as mordidas normalmente são fatais. Essas serpentes podem se mover a velocidades de até 20 quilômetros por hora e crescer até 4,4 metros de comprimento.
Nas bancas!                     Edições anteriores                                            Edições especiais                              
Conheça outras publicações da Duetto Editorial
© 2012 Site Scientific American Brasil • Duetto Editorial • Todos os direitos o reservados.
Site desenvolvido por Departamento Multimídia • Duetto Editorial.