SEI (Eu sei)
(João Ricardo-João Apolinário)

SEI QUE MORDIA
NAS HORAS DOCES
OS DOCES SEIOS
ONDE CRESCIA

SEI QUE EXIGIA
MEU CHÃO DE TERRA
A TERRA DURA
ONDE CORRIA

SEI QUE FAZIA
COISAS DESFEITAS
DESFEITAS COISAS
QUE NÃO DEVIA

SEI QUE ESQUECIA
PORTAS ABERTAS
ABERTAS PORTAS
DAS QUAIS SAÍA

SEI O QUE QUERIA
QUERENDO SABER
SABENDO QUERER
SEI QUE SABIA

 

VOLTA