Safina perde espaço na liderança. Bartoli se reaproxima do top 10.
03/08/2009 às 10h33

Nova York (EUA) - Sem jogar na última semana, a russa Dinara Safina perdeu um pouco mais de frente no ranking feminino. A número 1 do mundo tem agora 9.601 e já vê Serena Williams a menos de mil, com 8.628. A desvantagem poderia ser ainda maior caso Serena não tivesse parado ainda nas quartas de Stanford.

Safina chegou a ter quase dois mil pontos de frente, mas começou a defender os pontos da boa participação nesta mesma fase do ano passado. Nesta semana, ela volta às quadras no torneio de Los Angeles, podendo ao menos reverter a situação, já que as irmãs Williams não atuam.

Vice-campeã em Stanford, Venus também perdeu chance de subir um pouco mais e seguiu abaixo dos 7 mil pontos, com 6.935. Ela segue à frente de Elena Dementieva, quarta, e agora de Jelena Jankovic, que roubou a quinta posição de Svetlana Kuznetsova. A campeã de Roland Garros aparece logo abaixo, seguida por Vera Zvonareva, Caroline Wozniacki, Victoria Azarenka e Nadia Petrova.

Já Marion Bartoli subiu mais dois postos com a taça em Stanford. A francesa passou ao 12º lugar, colada na 11ª Ana Ivanovic. Bartoli é a melhor tenista de seu país, à frente de Amelie Mauresmo (15ª), Virginie Razzano (18ª) e Alizé Cornet (26ª). Outra campeã da semana, Vera Dusehvina passou do 49º para o 44º com o título em Istambul.

Nanda Alves em alta - Mesmo com a derrota na final do ITF de Campos do Jordão, Maria Fernanda Alves manteve a série de subidas no circuito. Ela passou do 317º para o 315º, um pouco mais próxima do top 300. Ela é disparada a melhor representante nacional. A vice-líder é Ana Clara Duarte, 345ª, seguida por Vivian Segnini, 369ª.
Fonte normalFonte média