Nadal volta a Paris após queda surpreendente em Roland Garros
10/11/2009 às 13h41

Nadal descansou após turnê asiática
Paris (França) - Cerca de seis meses após uma derrota histórica em Roland Garros, Rafael Nadal retorna a Paris nesta semana, só que desta vez para participar do Masters 1000 de Paris. O piso é distinto, bem mais rápido por sinal e numa quadra coberta, mas nem isso faz com que o número 2 do mundo esqueça o que já viveu na capital francesa.

Apesar da idade baixa para ocupar o top 10 do ranking, o tenista de Mallorca já acumular quatro taças do Grand Slam jogado sobre o saibro, torneio no qual já superou verdadeiros ícones do esporte, como o próprio compatriota Sergi Bruguera em número de conquistas e almeja alcançar Bjorn Borg - principal vencedor com seis títulos.

Em 2009, Nadal chegou a Roland Garros com uma campanha irretocável na primeira parte da temporada. Era o favorito destacado ao pentacampeonato, contudo acabou surpreendido pelo sueco Robin Soderling, que o eliminou ainda na quarta rodada e encerrou uma série de 31 vitórias. Daí para frente o espanhol viveu um inferno astral, nunca mais ergueu um troféu e sofreu duas lesões relativamente sérias, aparentemente recuperadas: tendinites nos dois joelhos e dor no abdome.

Agora, ele busca encerrar o ano com um saldo positivo, que seria conseguir a aproximação no ranking sobre Roger Federer, que no momento detém 1500 pontos de vantagem. Tem uma boa estreia, afinal encara um de seus grandes fregueses no circuito, o compatriota Nicolas Almagro, o qual superou por quatro oportunidades. Feliz por voltar a Paris, Nadal mira mesmo uma revanche contra Soderling, possível apenas na fase semifinal.
Fonte normalFonte média