Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

A aventura do conhecimento de Miguel Nicolelis e Drauzio Varella

maio de 2009
Divulgação
Prazer em conhecer. Drauzio Varella e Miguel Nicolelis, mediação de Gilberto Dimenstein. Editora Papirus 7 Mares, 2009. 112 páginas. R$ 28,00
Na ciência, o culto às celebridades é bem menos comum e muito menos estridente que no futebol ou na TV, mas o que aconteceu com o neurocientista Miguel Nicolelis e o médico Drauzio Varella é algo para ser comemorado. Como cientistas ambos podem não ser tão famosos ou conhecidos do público, mas suas trajetórias profissionais têm muito a ensinar. Esse é o espírito do livro Prazer em conhecer, lançado pela Editora Papirus 7 Letras, que traz depoimentos dos dois, numa conversa mediada pelo jornalista Gilberto Dimenstein. No livro, o leitor poderá conhecer os detalhes biográficos de cada um e o que é mais importante, a opção visceral de dois brasileiros pela busca e a divulgação do conhecimento.

Miguel Nicolelis é professor da Universidade de Duke, Estados Unidos, mundialmente respeitado por suas pesquisas com interface cérebro-máquina. Já fez com que a atividade cerebral de macacos movimentasse membros robóticos que, num futuro não tão distante, podem melhorar a qualidade de vida de pessoas amputadas ou paralisadas. No Brasil, é o mentor do Instituto Internacional de Neurociências de Natal Edmond e Lily Safra, iniciativa inovadora plantada no nordeste brasileiro e que combina ciência de ponta com responsabilidade social.

Médico oncologista, Varella se notabilizou com o best-seller Estação Carandiru (1999), baseado no seu trabalho voluntário com presidiários, e que ganhou as telas do cinema em 2002. Autor de outros livros como Por um fio (2004), um coleção de ensaios sobre a morte, e Médico doente (2007), em que narra sua experiência pessoal com a febre amarela que quase lhe tirou a vida, Varella se popularizou com séries exibidas no Fantástico, em que trata de temas de saúde com precisão, simplicidade e sensibilidade incomuns.