Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

A cacatua que aprendeu a dançar

Pássaro é um dos poucos animais que têm senso de ritmo

junho de 2010
Luciana Christante
©EDOGRAPHY/SHUTTERSTOCK
Há muito tempo, pesquisadores concluíram que os seres humanos eram os únicos animais que conseguiam dançar – mesmo nossos parentes próximos, os primatas, não mantêm uma batida constante nem aprendem a se mover com ritmo. Mas novas evidências mostram que alguns pássaros conseguem dançar, revelando que essa habilidade pode ter alguma relação com o aprendizado vocal.

Um grupo de pesquisadores liderado por Aniruddh Patel, do Instituto de Neurociências, em San Diego, na Califórnia, e Adena Schachner, da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, estudou diversas categorias de pássaros, e entre eles encontraram uma cacatua que dançava ao som do hit Everybody, da banda Backstreet Boys. Quando os pesquisadores aumentavam ou diminuíam o ritmo da música, a ave ajustava seus movimentos para se adaptar, eliminando a possibilidade de que ela estivesse sincronizada acidentalmente. Intrigada, Schachner e seus colegas procuraram vídeos de outros animais dançando e encontraram 15 espécies (14 papagaios e um elefante), que tinham um traço adicional: podiam imitar sons. “A correlação sugere que nossa capacidade musical surgiu do sistema de aprendizado vocal em vez de ser uma habilidade com função especial”, diz Patel.

A descoberta pode ajudar pesquisadores em transtornos de movimento a avançar em seus estudos. Até agora, os cientistas não entendem os mecanismos por trás disso, mas sabem que o cérebro dos pássaros tem alguns circuitos-chave assim como os humanos, portanto é possível que se encontrem respostas ao estudá-lo.