Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

A hora certa de cada gene

Ciclo claro-escuro influencia expressão gênica e organiza todas as funções biológicas

agosto de 2007
© EMILIA KUN/123RF
Que todas as funções biológicas expressam algum tipo de ritmicidade não chega a ser uma novidade. Secreção de hormônios, síntese protéica, atividade neural e divisão celular, por exemplo, ocorrem de forma organizada não só no espaço, mas também no tempo.

No nível genético, porém, as evidências são muito mais esparsas e inconclusivas. Segundo a hipótese predominante, de 10% a 15% dos genes seriam afetados pela ritmicidade circadiana, isto é, aquela com periodicidade de 24 horas e que reflete a alternância entre o dia e a noite. Essa idéia, no entanto, acaba de ser contestada por pesquisadores da Universidade do Estado do Colorado.

Em estudo publicado no PLoS Computational Biology, o matemático Andrey Ptitsyn demonstrou, por meio de processamento de sinal digital, que todos os 20 mil genes de camundongo investigados por ele apresentaram um padrão rítmico de atividade ao longo do dia.

Esses resultados sugerem que todo o genoma está submetido também a uma organização temporal, segundo a qual cada gene teria um perfil oscilatório de expressão.