Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Adolescência e sexualidade

Peça censurada no século 19 trata com sensibilidade e lucidez de adolescentes aprendendo a lidar com o sexo e com suas próprias identidades

fevereiro de 2014
Divulgação
Escrito no final do século 19, o texto O despertar da primavera, do dramaturgo alemão Frank Wedekind, surpreende pela atualidade. Com sensibilidade e lucidez, trata de um grupo de adolescentes de 14 anos, cada um descobrindo sua sexualidade. A peça foi censurada na época, mas depois se tornou um dos trabalhos mais conhecidos do autor, sendo encenada em vários países.

Oprotagonista é Melchior, um rapaz inteligente que questiona dogmas da religião e ideias conservadoras. Movido pela curiosidade – e nitidamente carente de orientação por parte dos pais e professores –, força uma relação sexual com uma amiga que, mesmo não sabendo ao certo como nascem os bebês, termina grávida. Ainda há Moritz, rapaz inseguro, para quem Melchior faz um guia sexual ilustrado na tentativa de ajudá-lo a se aproximar das mulheres. Outros personagens levantam questões como homossexualidade, suicídio, início precoce da vida sexual e resistência por parte dos adultos em falar abertamente sobre o assunto.

O despertar da primavera. Viga Espaço Cênico. Rua Capote Valente, 1323, Sumaré, São Paulo. Sexta e sábado, às 21h. Domingo, às 19h. Informações: (11) 3801-1843. R$ 20. Até 30 de março