Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Aplicativo promete influenciar os sonhos

Dream: ON libera estímulos sonoros que podem moldar o conteúdo onírico dos usuários

fevereiro de 2015
REPRODUÇÃO/YUZA
DREAM: ON mapeia padrão de sono do usuário e libera estímulos sonoros com a intenção de gerar conteúdos oníricos

O barulho de chuva fina caindo sobre folhas é capaz de estimular sonhos com florestas e flores. Já o som característico das ondas do mar pode criar imagens como o sol aquecendo a pele. É o que observou o professor de psicologia Richard Wiseman, da Universidade de Hertfordshire, no Reino Unido, ao analisar milhares de relatos de sonhos enviados por usuários do aplicativo Dream:ON. De download gratuito para iPhone, iPod touch e iPad, a ferramenta desenvolvida pela empresa de tecnologia digital Yuza traça um mapa da movimentação do usuário enquanto ele dorme (o aparelho deve ficar na cabeceira da cama ou próximo) e, no momento considerado oportuno, reproduz uma das 40 trilhas temáticas, escolhida antes de dormir. O aplicativo contém um diário para anotar sonhos. Os relatos, que atualmente já ultrapassaram os 13 milhões, são enviados para um banco de dados coordenado por Wiseman, que, com outros especialistas, estuda o efeito dos estímulos. Os resultados preliminares indicam que os sons podem de fato moldar o conteúdo onírico, mas não é garantia que funcionem para todas as pessoas. Os dados do Dream:ON e as possibilidades de usar os sonhos para influenciar o humor e a criatividade são discutidos pelo psicólogo no livro Night school – Wake up the power of sleep (Escola noturna – Acorde o poder do sono, ainda sem tradução em português). Uma perspectiva é o uso de aplicativos do tipo para gerar sonhos de conteúdo relaxante e positivo em pessoas com depressão. Quer experimentar? Baixe grátis em www.dreamonapp.com

Leia mais:


Interferência em sonhos lúcidos

Exercícios ajudam a conscientemente controlar devaneios e obter benefícios na vida real

Tecnologia pode ajudar a ter sonhos lúcidos
Com ondas cerebrais mapeadas por eletrodos, aplicativo para smartphones detecta sono REM