Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

As estreitas relações entre neurociências e arte

Mostra apresenta imagens cerebrais de rara beleza, contrapostas a registros históricos

fevereiro de 2009
DIVULGAÇÃO
Imagens feitas no Departamento de Fisiologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP), por Rodrigo Neves Romcy Pereira e Norberto Garcia Cairasco
Imagens inéditas de neurônios e estruturas cerebrais, provenientes de laboratórios de diversos países, incluindo o Brasil, ganham ares de arte abstrata na exposição científica Paisagens Neuronais, que chega ao país, depois de ter passado pelos Estados Unidos e Espanha. As formas variadas e os efeitos luminosos e multicoloridos mostram a impressionante beleza do cérebro.

Captadas por meio de técnicas de neuroimagem, tradicionais e de vanguarda (com base em estudos do cérebro, em geral, e de sua relação com patologias como esquizofrenia e Alzheimer), as imagens são contrapostas a desenhos de Santiago Ramón y Cajal, pai da neurologia moderna e Prêmio Nobel de Medicina em 1906. O conjunto pretende mostrar a evolução do conhecimento da estrutura cerebral desde o início do século XX.

Textos de pintores, escritores, cientistas e intelectuais refletem o tom multidisciplinar visado na mostra, cuja programação prevê debates e apresentação de vídeos. Com curadoria dos espanhóis Javier De Felipe e Jorge Wagensberg e consultoria científica de Suzana Herculano-Houzel, do Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ, Paisagens Neuronais é uma co-produção do Instituto Cervantes, da Obra Social “La Caixa”, com colaboração do Conselho Superior de Pesquisa Científica e da Brain Research Organization.

Exposição Paisagens Neuronais. Até 15 de fevereiro na Casa da Ciência da UFRJ. Rua Lauro Muller, 3, Botafogo, Rio de Janeiro. Tel (21) 2542-7494, carminha@casadaciencia.ufrj.br. De 23 de março a 30 de abril, no Instituto Cervantes. Av. Sete de Setembro, 2792, Ladeira da Barra, Salvador, BA. Tel.: (71) 3797-4667; www.salvador.cervantes.es/br.