Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Assistir a filmes com cenas tensas aumenta risco de ataque cardíaco em pessoas com doenças cardiovasculares

Estudo relacionou sobrecarga emocional à velocidade dos batimentos cardíacos e à pressão arterial

julho de 2014
Shutterstock
Um estudo publicado na Circulation, Arrhythmia and Electrophysiology, mostra que o estresse momentâneo e agudo – induzido, por exemplo, por cenas aflitivas em um filme de ação – é suficiente para alterar padrões de batimento cardíaco e aumentar a pressão sanguínea, o que pode ser um fator de risco para pessoas com problemas cardiovasculares.

Pesquisadores da King’s College de Londres, do Hospital Saint Thomas e da Universidade College de Londres, monitoraram as reações de 19 pacientes que faziam exames de rotina de cateterismo cardíaco ao assistirem a um curto filme no qual o personagem luta pela vida em uma das montanhas mais altas do mundo. Para isso, colocaram eletrodos nos ventrículos do coração dos voluntários e observaram alterações simultâneas na pressão arterial e velocidade respiratória.

Os resultados mostraram que esse tipo de emoção é capaz de aumentar o risco de ataque cardíaco em pessoas com doenças do coração. “Esse é o primeiro estudo em que foram observados efeitos diretos do estresse sobre o sistema cardíaco, o que nos ajuda a compreender melhor a relação entre sobrecarga emocional e problemas cardiovasculares”, diz o coordenador da pesquisa, o engenheiro biomédico Ben Hanson, da Universidade College de Londres. (Com informações da University College London News).

Leia mais

O efeito dos filmes no cérebro

Por que gostamos de filmes tristes
Voluntários se consideraram mais satisfeitos com a própria vida depois de assistir cenas sobre a infelicidade alheia

Filmes românticos reforçam expectativas irreais
Acreditar em ideias como amor à primeira vista, por exemplo, pode aumentar o risco de desilusão afetiva