Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Atração precoce por fast-food

Estudo mostra que logos de redes de comida rápida têm forte efeito sobre o cérebro de jovens

junho de 2016
SHUTTERSTOCK
Logotipos de redes de comida rápida têm forte efeito sobre o cérebro de crianças e adolescentes, segundo um estudo do Centro Médico da Universidade do Kansas. Os pesquisadores registraram imagens neurais de voluntários de 10 a 14 anos enquanto observavam 120 logos de marcas famosas, metade delas de alimentos. "A ativação do córtex cingulado posterior, região relacionada ao controle de apetite e motivação, foi nitidamente maior em relação às representações gráficas da indústria de comida. Era como se estivessem diante de guloseimas de verdade", diz a neurocientista Amanda Bruce, coordenadora da pesquisa. Em um trabalho anterior, ela descobriu que o cérebro de crianças obesas reage a fotografias de alimentos de forma mais intensa. "A publicidade tem impacto negativo na construção de hábitos alimentares saudáveis. Crianças que comem mal provavelmente manterão esse padrão na vida adulta", diz Amanda. 

Leia mais:

A íntima relação entre comida e humor
Para comedores emocionais, é difícil conter o consumo excessivo de chocolates e outros alimentos que proporcionam conforto psicológico

Focar a aparência da comida (e não no sabor e aroma) diminui vontade de petiscar
Pesquisadores da Universidade Columbia sugerem uma estratégia cognitiva que redireciona a atenção e estimula o autocontrole