Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Benefícios de dentro para fora

Bem-estar psíquico é mais facilmente preservado quando o corpo está saudável

julho de 2014
Webphotographeer/E+/Getty Images
Atletas sabem há muito tempo que o exercício melhora o humor e a saúde mental, mas só em 2008 cientistas conseguiram medir diretamente a “euforia do corredor”, que ocorre após exercício prolongado. Mostraram que o cérebro libera mais endorfinas (hormônios que evocam sensações de prazer semelhantes às provocadas pelo ópio) durante uma corrida de longa distância e também que os compostos ficam ativos em áreas cerebrais responsáveis pelas emoções fortes.

Quando o corpo está saudável, o bem-estar psíquico tende a ser mais facilmente preservado. Veja abaixo alguns dos muitos efeitos de rotinas contínuas de atividade física:

Sistema Nervoso
O exercício melhora as conexões neurais no cérebro e, consequentemente, a função cognitiva. Treinamento aeróbico ajuda, em especial, adultos nas tarefas de organização mental, planejamento e atenção.

Sistema Imune
Atividade física regular protege o organismo de inflamações, mas excesso de exercício pode enfraquecer a capacidade do sistema imune de combater agentes patogênicos.

Sistema Musculoesquelético
Exercícios com peso e rotinas de equilíbrio ajudam a prevenir fraturas e quedas.
Condicionamento aeróbico diminui a fadiga diária, aumentando a eficiência muscular.

Câncer
Atividade física reduz o risco de câncer de mama, colorretal e outras doenças graves.

Sistema Endócrino
O exercício melhora a resposta do organismo à insulina e incentiva outro hormônio, a adiponectina, mudanças que diminuem o risco de diabetes tipo 2 e de síndrome metabólica.

Genética 
Cientistas estão identificando genes específicos ativados ou não por mudanças na atividade física. Efeitos costumam ser discretos, mas ocorrem em diversos tipos de células.

Leia mais

Cinco benefícios do exercício para uma mente mais clara
A atividade física ativa circuitos cerebrais, melhorando o humor e a facilidade para raciocinar

Estudo indica que apenas imaginar o movimento já pode aumentar força muscular
Pesquisadores de Ohio, nos Estados Unidos, observaram os efeitos do "exercício mental" em 30 voluntários