Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Cães reconhecem palavras de forma similar a humanos

Lado esquerdo do cérebro desses animais processa aspectos verbais da fala

dezembro de 2014
Holbox/Shutterstock
Quem tem cachorro garante que seu bicho de estimação entende tudo o que o dono diz. Agora, pesquisadores da Universidade de Sussex sugerem que esses animais de fato processam o que falamos de maneira muito semelhante ao modo como reconhecemos a voz de outras pessoas, segundo estudo publicado na Current Biology.

A psicóloga Victoria Ratcliffe e seus colegas recrutaram mais de 250 cães e dispararam, individualmente, um som de voz humana por meio de um alto-falante ao mesmo tempo do lado esquerdo e direito dos bichos (cada lateral manda informações para o outro lado do cérebro; virar à esquerda, portanto, significaria processamento do som no hemisfério direito, e vice-versa).

Resultado: quando o discurso era significativo (como o comando “vem aqui”), mas as características de voz relacionadas ao gênero ou a entonação haviam sido amenizadas ou removidas, os bichos eram mais propensos a voltar-se para a direita, o que indica predomínio do hemisfério esquerdo. Mas, se o conteúdo estivesse em uma língua estrangeira ou se os fonemas fossem colocados na ordem errada (“quem vaqui”), o que tirava o sentido para os cachorros, os cientistas observavam polarização inversa.

“Os seres humanos usam principalmente o lado esquerdo do cérebro para processar o conteúdo verbal da fala e o direito para as características da voz (familiaridade, distinção de gênero) e seu conteúdo emocional”, diz a autora. Ela aponta que estudos anteriores demonstraram que outros mamíferos também apresentam essa distinção cerebral para reconhecer a voz da própria espécie. O que ninguém havia pesquisado, segundo a psicóloga, é a maneira como o cérebro de animais domésticos responde aos diferentes componentes da fala humana.

“Embora não possamos dizer em que medida os cães entendem a complexidade do conteúdo verbal, os resultados sugerem que esses bichos prestam atenção a esse aspecto e o percebem de uma forma muito semelhante a nós”, conclui. 

Para saber mais sobre o tema, confira a Mente e Cérebro Especial Animais: como os bichos pensam, aprendem, entendem o mundo e as atitudes dos seres humanos.

Leia mais

A ética do cachorro
Quando eles se comportam mal ou acidentalmente machucam um companheiro de brincadeiras, logo procuram se desculpar, exatamente como faria um ser humano bem-educado

O que os cães pensam
Exames de neuroimagem revelam o que se passa na cabeça do melhor amigo do homem quando ouve um comando

O que os cachorros sentem
Segundo pesquisa da Universidade da Flórida, maioria das pessoas é capaz de entender as expressões dos cães