Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Caminhada ameniza sintomas da menopausa

Exercício físico moderado protege mulheres de ansiedade e depressão na transição para o climatério

fevereiro de 2008
© JOY FERA/SHUTTERSTOCK
Hábito de praticar atividade física diminui stress e depressão; ondas de calor não sofreram alterações
O climatério é uma fase de desconforto físico e mental para muitas mulheres. Mas quem tem o costume de fazer caminhadas antes de a menopausa chegar sofre menos com sintomas como depressão, ansiedade e ondas de calor (fogachos), segundo estudo da Universidade Temple, em Filadélfia, publicado na revista Cancer Epidemiology, Biomarkers and Prevention.

Durante oito anos os pesquisadores acompanharam os hábitos de 380 mulheres com idade média de 42 anos no início do estudo, que registraram sua atividade física e sintomas de stress, depressão, ansiedade e fogachos. Os resultados mostraram que o exercício físico moderado, como caminhadas de uma hora cinco vezes por semana, melhorou significativamente os sintomas psíquicos e principalmente a percepção do stress. A freqüência e a intensidade dos fogachos, no entanto, não sofreram influência do exercício.

Segundo a coordenadora do estudo Deborah Nelson, é preciso relativizar essa ausência de efeito nas ondas de calor. “Os fogachos tendem a desaparecer depois da menopausa, já os sintomas psíquicos podem persistir. Quando isso acontece, a atividade física moderada pode ser intervenção simples, barata e eficaz”, diz.