Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Cão amigo

novembro de 2006
Animal ajuda adolescentes com síndrome de Down a expressar melhor seus sentimentos
O contato com cachorros pode ser mais um recurso terapêutico usado no acompanhamento de pessoas com síndrome de Down. É o que sugere dissertação de mestrado defendida no Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo pela psicóloga Sabine Althausen. Ela analisou a interação de quatro adolescentes (de 13 a 17 anos) com cães treinados. Conduzir os animais por um trajeto com obstáculos foi uma das atividades propostas. "Foi interessante ver um jovem, por vezes considerado incapaz, conduzir um cão rotweiller de 50 kg", diz a pesquisadora. Segundo ela, a relação dos adolescentes com os cães é diferente da estabelecida com pessoas. "Os animais os deixam mais livres para expressar seus sentimentos e sua espontaneidade", diz.