Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Caso clássico de Histeria

Livro apresenta e esclarece o estudo clínico realizado por Freud no início do século 20

abril de 2015
DIVULGAÇÃO

Chamada pelo pseudônimo Dora, Ida Bauer foi a primeira paciente que Freud tratou usando a associação livre e incentivando-a a descrever sonhos. As semanas que passou tratando-a no início do século 20 resultaram em um dos mais conhecidos relatos do criador da psicanálise. Décadas depois, Jacques Lacan o retomaria com frequência em seus seminários. Histeria: o caso Dora apresenta o estudo clínico ao leitor, pontuando sintomas e comportamentos emblemáticos da histeria e comparando ideias de Freud e Lacan.

Histeria: o caso Dora.
Nadiá P. Ferreira e Marcus A. Motta.
Zahar, 2014.
80 págs. R$ 26,90.

Veja mais resenhas de lançamentos na edição de abril da Mente e Cérebro, que pode ser adquirida na Loja Segmento: http://bit.ly/1FHaxa8


Leia mais:

Histeria e caça às bruxas
Ao longo dos séculos, sintomas mutáveis da patologia descrita por Freud, há mais de 100 anos, são interpretados sob influências históricas, sociais, culturais - e ainda hoje intrigam profissionais da saúde.

A histeria em cena
Atualmente a psiquiatria parece voltar a uma época anterior a Freud, tentando encontrar no cérebro a causa de todos os conflitos e dores psíquicas