Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Cérebro feminino reage ao sofrimento de pessoas amadas

setembro de 2004
Se, ao cair, a criança bate o joelho, a mãe sente um tremor involuntário. Há uma explicação plausível para o talento materno no compartilhamento da dor. Tania Singer, do University College de Londres, "maltratou" 16 jovens casais com leves impulsos elétricos. Enquanto os casais recebiam alternadamente pequenos choques na mão, a pesquisadora media num tomógrafo a atividade no cérebro das mulheres. A simples observação do sofrimento da pessoa amada ativava no cérebro feminino as mesmas áreas de percepção acionadas quando elas próprias sentem dor. Apenas as regiões do cérebro que auxiliam na avaliação do local e da intensidade do estímulo permaneceram inativas durante a observação. A compaixão feminina também não vai tão longe assim! E a masculina? A esse respeito, a pesquisadora se cala.