Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Cigarros mentolados são mais nocivos

janeiro de 2009
© LEONID NYSHKO/ ISTOCKPHOTO
Quem fuma cigarros mentolados geralmente pensa que eles fazem menos mal e causam dependência mais leve quando comparados aos convencionais. O que ocorre, no entanto, é justamente o contrário, segundo estudo realizado pela Universidade de Medicina e Odontologia de New Jersey, Estados Unidos.

Analisando cerca de 1.700 fumantes atendidos na clínica de dependência química da universidade, os pesquisadores concluíram que quem consumia cigarros mentolados tinha muito mais dificuldade para abandonar o hábito. Segundo eles, o mentol mascara o sabor da nicotina, do alcatrão e de outros componentes tóxicos, propiciando uma sensação refrescante que acaba fazendo com que o usuário trague mais profundamente. “Embora a pessoa geralmente fume menos cigarros por dia, a quantidade de nicotina e monóxido de carbono inalada é muito alta”, explica Kunal Gandhi, um dos autores do estudo.

A pesquisa revela ainda uma maior proporção de descendentes de negros e latinos no grupo que fumava cigarros mentolados. “Essa pode ser uma das razões que explicam por que, nos Estados Unidos, a incidência de câncer de pulmão é maior nessa população”, diz Foulds. O estudo foi publicado no International Journal of Clinical Practice.