Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Comprovação do poder pacificador da oração

Rezar diariamente pelo bem do parceiro ajuda a perdoá-lo e a entender seu ponto de vista quando surgem desentendimentos

março de 2010
VISÃO DEPOIS DO SERMÃO (DETALHE), ÓLEO SOBRE TELA, PAUL GAUGUIN, 1888, GALERIA NACIONAL DA ESCÓCIA, EDIMBURGO
Rezar pelo bem do parceiro aumenta as chances de perdoá-lo quando a oração for feita na proximidade de conflitos. É o que mostra um estudo realizado por pesquisadores da Universidade da Flórida, nos Estados Unidos. As pessoas deveriam, em primeiro lugar, fazer uma descrição da pessoa por quem fariam a oração. Depois de apenas uma oração, os voluntários se mostraram mais dispostos a compreender o ponto de vista do outro e aceitar suas desculpas. O grupo de controle apenas descreveu o parceiro antes de ser avaliado. O artigo, publicado na revista Psychological Science, descreve também um segundo experimento no qual os voluntários fizeram orações diárias para um amigo próximo durante quatro semanas. Neste caso, foram avaliadas a empatia e a preocupação com o outro – uma característica que também aumentou em comparação ao comportamento de voluntários que apenas descreveram o amigo. Os autores discutem o poder apaziguador da prece e a função social da espiritualidade.