Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Compulsão - Colecionadores crônicos

maio de 2005
Você tem selos demais? Figurinhas de futebol? Carros antigos? A culpa é do seu cérebro. Cerca de 70 espécies de animais, incluindo ratos e vacas, acumulam coisas - principalmente comida, mas vez por outra objetos sem utilidade, como pedregulhos. Regiões primitivas do cérebro, entre as quais o hipocampo e a amígdala, estão envolvidas no processo, mas nos seres humanos estruturas cerebrais mais complexas também participam.

Steven W. Anderson, neurologista da Universidade de Iowa, estudou recentemente 86 pessoas com lesões em áreas bem definidas do cérebro; desse total, 13 eram "colecionadores compulsivos", que entulhavam suas casas com coisas que iam de folhetos de mala-direta a comida estragada e eletrodomésticos quebrados. Apesar de os participantes possuírem inteligência e capacidade de raciocínio normais, não paravam de juntar esses itens nem permitiam que fossem jogados fora.

Usando ressonância magnética de alta resolução, Anderson descobriu que todos os 13 tinham sofrido lesões na região mesial frontal direita. Quando essa área específica é afetada, "a compulsão primitiva de juntar coisas sai do controle", diz.