Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Congressos trazem novidades em neuropsicologia

Proposta é abordar uso de neuroimagem e relações entre cognição, emoção e comportamento

outubro de 2007
©BERNHARD LELLE/123RF
Oferecer um painel ao mesmo tempo amplo e profundo sobre o que há de mais atual na interface entre neurociências e psicologia, com a participação de alguns dos principais teóricos e pesquisadores da área. Essa é a proposta de dois importantes eventos, marcados para os dias 12, 13 e 14 de novembro, em São Paulo: II Congresso Internacional de Neuropsicologia e IX Congresso Brasileiro de Neuropsicologia, promovidos pela Sociedade Brasileira de Neuropsicologia (SBNp), com apoio das Universidades Metropolitanas Unidas (FMU) e do Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (IPq/FMUSP).

Segundo a psicopedagoga Adriana Foz Veloso, integrante da comissão científica e do grupo organizador do evento, assuntos como avaliação neuropsicológica, modernas técnicas de neuroimagem e relações entre cognição, emoção e comportamento serão abordados sob diferentes enfoques. Entre os participantes de outros países está o professor da Universidade de Montreal, Canadá, Yves Joanette, que apresenta palestra sobre a dinâmica inter-hemisférica subjacente à linguagem e suas implicações na prática clínica e no envelhecimento saudável. Ana Inês Ansaldo, da mesma universidade e também estudiosa dos processos da linguagem, fala sobre plasticidade cerebral e eficácia de terapias demonstradas por estudos de neuroimagem.

O neurologista Edson Amaro, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, faz apresentação sobre o hyperscanning, uma nova forma de investigar neurônios-espelho por meio da ressonância magnética funcional. O pesquisador Jordi Peña-Casanova, da Universidade de Barcelona, aborda a normatização e a correlação biológica dos testes neuropsicológicos. Já a pioneira da neuropsicologia no Brasil Cândida Helena Pires de Camargo trata da validade da avaliação neuropsicológica. Na mesa-redonda “Neuropsicologia das emoções”, Leandro Malloy-Diniz , da Universidade Fumec, de Minas Gerais, discute a avaliação neuropsicológica da impulsividade: uso de testes e escalas; Daniel Fuentes e Renato Theodoro Ramos, ambos da Faculdade de Medicina da USP, falam, respectivamente, sobre a neuroimagem na impulsividade e sobre a neurobiologia da ansiedade.

No programa estão ainda temas como as relações entre disfunção executiva e comprometimento da vida cotidiana; diagnóstico neuropsicológico; o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC); a dinâmica dos hemisférios cerebrais no processamento do discurso por idosos; e o uso de imageamento óptico (NIRS) em diagnóstico, prognóstico e tratamento da doença de Alzheimer em bases moleculares. Os participantes podem acompanhar um fórum multidisciplinar, com a participação de psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e educadores, e um workshop sobre novidades em reabilitação neuropsicológica.