Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Corações em sintonia

Apaixonados tendem a equilibrar seus níveis hormonais

novembro de 2009
© Yuri Arcurs/Shutterstock
Os apaixonados tornam-se iguais a seus parceiros ¬– ao menos do ponto de vista hormonal. Donatella Mazaritti e Domenico Canale, da Universidade de Piza, na Itália, registraram o nível de testosterona no sangue de 24 homens e mulheres recém-apaixonados. Os valores dos participantes masculinos encontravam-se sensivelmente abaixo dos de homens solitários. Nas mulheres ocorria exatamente o contrário. Na opinião dos pesquisadores, esse ajuste hormonal associado à vida sentimental conduz os parceiros mais facilmente à ação. Ao mesmo tempo, um aumento no nível de hormônio do stress cortisol indica intensificação da atividade sexual. Mas quando a medição foi repetida após um ou dois anos, a harmonia hormonal tinha se dissipado. E, com ela, a embriaguez amorosa.