Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Crenças negativas podem desencadear ataques de asma

Pesquisa reforça que certas atividades, cheiros e imagens podem provocar resposta ao estresse que provoca crises da doença

agosto de 2015
SHUTTERSTOCK

Acreditar que um odor ou uma atividade desencadeará uma crise é o suficiente para induzir aos sintomas físicos da asma. Pesquisadores do Centro de Sentidos Químicos Monell, na Filadélfia, observaram a reação de 17 pacientes com asma moderada e persistente após estes terem aspirado um odorante não irritante. Parte deles cheirou um recipiente que trazia o rótulo escrito “pode causar ataque asmático”; já outros um cuja etiqueta dizia “terapêutico”.

Os cientistas monitoraram a taxa de óxido nítrico exalado, um marcador biológico de inflamação das vias aéreas. Não houve alteração da quantidade expelida dessa substância entre os voluntários que acreditavam que o odor fosse curativo. No restante, porém, os cientistas observaram aumento instantâneo. “Tomar conhecimento dessa influência pode permitir ao asmático controlar melhor aquilo que o afeta no ambiente”, diz a psicóloga cognitiva Pamela Dalton, coautora do estudo.

Os resultados reforçam estudos anteriores que sugerem que certas atividades, cheiros e imagens podem desencadear resposta ao estresse que provoca sintomas fisiológicos em pacientes com asma. Os pesquisadores esperam que médicos e associações de saúde pública procurem falar com cuidado com quem sofre do problema para evitar uma reação exagerada a experiências que podem ser inofensivas.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição de Agosto de Mente e Cérebro, disponível na Loja Segmento: http://bit.ly/1ORuiNB

Leia mais:

Escrita para curar
Em alguns casos, escrever de forma orientada sobre experiências traumáticas
pode ajudar pessoas a refletir sobre si e a superar a dor da perda

Perigos da poluição para o cérebro
Agentes tóxicos comuns no ar, como carbono preto, material particulado e ozônio
podem provocar sérios efeitos na cognição de crianças e adultos