Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

De onde vem o tédio?

Sensação de repouso é provocada pela interrupção da comunicação entre regiões neurais específicas

outubro de 2010
© chris schmidt/istockphoto
Entediado? É possível que algumas partes do seu cérebro estejam desconectadas. Pelo menos é o que diz o neurocientista Daniel Weissman, da Universidade de Michigan em Ann Arbor. O pesquisador observou que quando nos cansamos de executar uma tarefa ou de prestar atenção a um acontecimento colocamos parcialmente “em repouso” algumas áreas cerebrais, diminuindo a atividade de comunicação. Para chegar a essa conclusão Weissman pediu a um grupo de voluntários que cumprissem uma tarefa longa e repetitiva de identificação de letras enquanto passavam por um exame de ressonância magnética. Os períodos nos quais a velocidade de resposta ficava mais lenta indicavam diminuição da atenção. Paralelamente, o cientista observou uma diminuição significativa da comunicação entre as áreas cerebrais ligadas ao autocontrole, visão e linguagem.

“É como se a atenção fosse um ‘lubrificante’ para a troca de informações entre as áreas cerebrais”, explica Weissman. Segundo ele, a atenção funciona como um amplificador da comunicação entre as várias regiões cerebrais, que sempre seleciona determinadas áreas e conexões. Outro dado importante dessa pesquisa é a ativação de uma zona específica do cérebro quando ocorre uma queda de atenção: futuramente, esta área poderá ser usada como um indicador para prevenir os acidentes provocados pela distração.