Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Dor de cabeça pode ser causa da agressividade infantil

Filhos de mãe com enxaqueca têm probabilidade cinco vezes maior de apresentar a patologia

julho de 2010
Luciana Christante
© cheryl casey/shutterstock
Retraimento, agressividade e outros
problemas emocionais são mais comuns
em crianças com queixas de dor de cabeça. Essa é uma das conclusões da tese de doutorado defendida pela psicóloga Luciana Leonetti na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, em Ribeirão Preto. A pesquisadora avaliou 75 crianças com
idade entre 3 e 5 anos cadastradas em
núcleos do Programa de Saúde da Família
(PSF) do município, das quais 38
apresentaram queixa de dor de cabeça,
segundo o relato de suas mães.

A pesquisadora constatou que, além dos problemas de comportamento, essas crianças se queixavam de desconforto em relação à intensidade de som, luz e movimento. Segundo a psicóloga, esses sinais muitas vezes aparecem nos primeiros meses de vida, podendo ser um importante indicador de dor de cabeça em fases posteriores do desenvolvimento.
Ela observou que também os filhos de mães com enxaqueca têm risco cinco vezes maior de sofrer de dor de cabeça. Segundo ela, isso poderia ser explicado tanto por fatores genéticos como por aprendizado social, isto é, por meio de modelos de comportamento presentes no ambiente familiar.