Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Efeito inesperado

fevereiro de 2008
© Diego Cervo/Dreamstime.com
Apesar das pesquisas, em alguns casos, apenas o uso de medicamentos revela propriedades desconhecidas pelos cientistas. Assim, produtos indicados contra uma doença acabam surtindo efeitos sobre os sintomas de outra ou até impedem que ela surja. Os bloqueadores de canais de cálcio, que muitos pacientes tomam para controlar a hipertensão, por exemplo, podem reduzir o risco de desenvolvimento da doença de Parkinson, de acordo com pesquisa realizada pelo médico Cristoph Meier, do Hospital Universitário de Basel, na Suíça. Meier analisou 7.374 homens e mulheres com mais de 40 anos, entre os quais 50% eram acometidos por Parkinson.

Remédios desse tipo diminuem o fluxo dos íons cálcio para o músculo do coração, as paredes dos vasos sangüíneos e neurônios, o que reduz a excitabilidade das células e os torna úteis no controle de convulsões epiléticas. Por enquanto, trata-se apenas de uma correlação, e os pesquisadores procuram entender o mecanismo pelo qual se explicaria o resultado constatado. Outros medicamentos anti-hipertensivos, como os beta-bloqueadores, os inibidores da enzima conversora de angiotensina (ACE, em inglês) e os antagonistas do receptor da angiotensina II (AT II) não tiveram o mesmo efeito.