Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Efeitos da superproteção

Em livro, professora de Stanford aponta comportamentos dos pais que podem interferir no pleno desenvolvimento da autonomia dos filhos

julho de 2016

Entender que é preciso deixar os filhos errar e aprender com as próprias experiências. É essa a proposta central de Como criar um adulto, da educadora Julie Lythcott-Haims. A obra é resultado de anos de trabalho como orientadora educacional na Universidade Stanford, onde observou a quantidade de jovens que, apesar de tecnicamente preparados para cursar uma universidade e ingressar no mercado de trabalho, se revelavam inaptos para lidar com exigências e frustrações cotidianas. Julie atribui esse comportamento, em parte, à superproteção de mães e pais, que se envolvem em excesso com os problemas dos filhos e tentam direcionar suas escolhas. No livro, ela busca identificar as origens dessa angústia – como o medo de que os filhos não sejam “bem-sucedidos” –, apontando comportamentos que, apesar de motivados pelo afeto e cuidado, podem interferir no pleno desenvolvimento da autonomia.

Como criar um adulto.
Julie Lythcott-Haims. Bicicleta Amarela, 2016.
416 págs. R$ 49,50

Para mais sugestões como esta, adquira a edição de julho de Mente e Cérebro, disponível na Loja Segmento: http://bit.ly/29SXuYj  

Leia mais:

Para criar filhos mais saudáveis e felizes
Ainda que bem intencionadas, algumas atitudes dos pais podem impedir que seus filhos desenvolvam habilidades necessárias para uma vida adulta mais autônoma e plena

Aplicativo auxilia pais e mães de primeira viagem
Ferramenta para smartphone criada por cientistas envia mensagens sobre cada período da gestação e permite gerenciar compromissos de saúde e encontrar grupos de apoio