Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Elo genético entre obesidade e atrofia cerebral

Variação do gene conhecido como FTO é responsável por uma pequena, porém significativa, diminuição do volume do cérebro

julho de 2010
Luciana Christante
Cortesia da Universidade da Califórnia
Déficit cerebral em pessoas obesas portadoras do gebe FTO (esquerda) e déficit cerebral na maioria dos obesos (direita)
Um estudo da Universidade da Califórnia em Los Angeles descobriu que um gene ligado à obesidade e presente em quase metade dos europeus ocidentais pode estar associado a um tipo de degeneração cerebral. Em um artigo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, os
pesquisadores afirmaram que uma variação do gene conhecido como FTO, cuja associação com excesso de peso já era conhecida, é responsável por uma pequena, porém significativa, diminuição do volume cerebral.

Participaram do estudo 206 caucasianos idosos e saudáveis que tiveram o cérebro escaneado para a produção de mapas em três dimensões. Apesar das evidências, a relação genética entre degeneração cerebral e obesidade observada ainda é difícil de ser compreendida, segundo os autores. Eles destacam que o excesso de peso é um conhecido fator de risco para o declínio cognitivo, mas isso não é suficiente para explicar o mecanismo responsável pela atrofia cerebral nos portadores dessa variante do gene.