Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Em busca do pai ausente

Peça explora a imaginação dos espectadores para a construção de um protagonista “invisível”

janeiro de 2016
DIVULGAÇÃO

Quatro pessoas de uma mesma família remam em um barco no qual começa a entrar a água. No entanto, não há nenhum furo na embarcação – o líquido penetra por furos nos corpos dos próprios ocupantes. Com essa imagem surrealista, Inútil a chuva, da Armazém Cia. de Teatro, introduz o espectador na história de uma família que segue em frente depois que o patriarca desaparece, deixando apenas uma carta de suicídio.

Os personagens buscam, assim, construir uma imagem desse pai ausente, que era um artista plástico e repentinamente passou a ser considerado um “gênio” após sua suposta morte. Com a ajuda de uma jornalista interessada em saber mais sobre o pintor e um amigo do pai, a família passa a conhecer e a se aprofundar nas obras, descobrindo nas telas aspectos do parente e deles mesmos. Pouco a pouco, o espectador tem a chance de construir uma imagem do protagonista invisível com base nos relatos que vão surgindo.  

Inútil a chuva. Espaço Armazém – Fundição Progresso.
Rua dos Arcos, 24, Lapa, Rio de Janeiro.
De quinta a domingo, às 20h. R$ 40.
Informações: (21) 2210-2190.
De 7 de janeiro a 31 de janeiro

Para mais sugestões como esta, confira a edição de janeiro de Mente e Cérebro, disponível na Loja Segmento: http://bit.ly/1UVmo8j

Leia mais:

Pai do bem, pai do mal
Livro infantil ilustra a história de uma criança lidando com a ausência forçada do pai por conta da prisão

A figura paterna no desenvolvimento infantil
Pesquisas revelam a influência específica do pai no fortalecimento da empatia