Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Estudo relaciona ritmos biológicos e envelhecimento

Pesquisadores identificam gene ligado a ritmos circadianos e stress oxidativo.

agosto de 2006
Cientistas do Instituto de Pesquisas Lerner, em Cleveland, observaram que ratos geneticamente modificados para não expressar o gene BMAL1 envelheceram precocemente. Depois de quatro a sete semanas de vida os animais começam a perder peso e pêlos, desenvolveram catarata e morreram logo depois.

Além de codificar uma proteína essencial para a manutenção dos ritmos circadianos ? entre os quais estão o ciclo vigília-sono e diversos ciclos hormonais ? o gene BMAL1 também age mobilizando as defesas do organismo contra o stress oxidativo. De fato, os ratos mutantes acumulavam quantidade anormal de radicais livres em diversos órgãos, particularmente no coração e nos rins.

Agora os cientistas pretendem isolar a proteína codificada por esse gene. O objetivo é identificar alvos potenciais para o desenvolvimento de drogas que possam aliviar os distúrbios que acompanham o processo de envelhecimento.