Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Hora da soneca

Um cochilo depois do almoço estimula a memória e auxilia a criança a reter o conteúdo aprendido

dezembro de 2014
Masterfile/Llatinstock
O hábito da siesta, comum para alguns povos da Europa, parece ter grande valor e ajuda na apreensão de conteúdos. É o que mostram alguns trabalhos recentes. Um estudo brasileiro coordenado pelo neurocientista Sidarta Ribeiro, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), produziu resultados interessantes ao propor que crianças, logo após terem sido apresentadas a um conteúdo totalmente novo, tirassem uma soneca.

Ao serem submetidos a uma avaliação sobre o conteúdo, os pequenos que não puderam dormir depois da aula tiveram pior desempenho do que aqueles que tiraram uma soneca. Outra pesquisa, de âmbito internacional, desenvolvida pela pesquisadora Rebeca Gomez, da Universidade do Arizona, mostrou que crianças que não tiram um cochilo depois do almoço podem apresentar falhas no desenvolvimento dos processos de aprendizagem e memória.


Leia mais

Sono, sonhos e criatividade

Reparos secretos durante o sono
Dormir “afrouxa” conexões neurais e restitui ao sistema cerebral um estado mais saudável

O que você (ainda) não sabe sobre sono
Confira o que especialistas revelaram no seminário “Anatomia do Sono”