Mente Cérebro
Clique e assine Mente Cérebro
Notícias

Instituto capacita agentes na luta contra o crack

Crack Nem Pensar desenvolve levantamentos e ações de conscientização para tentar diminuir número de dependentes

janeiro de 2011
divulgação
Em 2009, o governo do Rio Grande do Sul anunciou uma “epidemia” de consumo de crack na região, apontando mais de 50 mil dependentes da droga. A fim de conscientizar a população e tentar diminuir esse número no mesmo ano, foi lançada a campanha Crack, Nem Pensar, no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Para reforçar a campanha acaba de ser fundado o Instituto Crack Nem Pensar, uma organização sem fins lucrativos voltada ao desenvolvimento de ações de ensino e pesquisa sobre o crack, apoiando iniciativas da sociedade para o enfrentamento do consumo de entorpecentes e ainda promovendo capacitação de agentes sociais para atuar no combate às drogas.


Um dos primeiros passos do instituto será a criação do Observatório sobre o Crack e outras Drogas, um centro de referência que mapeará o consumo da droga no país. Todas essas informações serão centralizadas em um site, produzindo indicadores sobre o assunto. Também serão lançados em 2011 dois concursos: um de monografias com abordagens como saúde, assistência social e jurídica, e outro de projetos, para alunos do ensino médio.